JBS em Trindade do Sul é paralisada pela MPT

JBS em Trindade do Sul é paralisada pela MPT

PARTILHAR
capa-funrural-jbs
Foto Divulgação.

Decisão veio um dia após o Ministério Público do Trabalho do Estado ingressar pedir a suspensão das atividades da empresa devido a contaminação por coronavírus entre funcionários.

Na tarde desta sexta-feira (12) o Tribunal Regional do Tranalho do Rio Grande do Sul (TRT-RS) atendeu ao pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT-RS) e decidiu pela suspensão das atividades da processadora de aves JBS de Trindade do Sul por 14 dias, devido a contaminação por coronavírus entre funcionários. A medida passa a valer neste sábado, dia 13, a partir do primeiro turno de trabalho. Segundo informações do MPT, até dia 8 de junho havia 35 casos de Covid-19 confirmados na unidade, sendo que dois funcionários estavam hospitalizados.

De acordo com a decisão, assinada pela juíza Gilmara Pavao Segala, todos os funcionários e terceirizados deverão ser afastados do trabalho pelo período sem prejuízo salarial, e orientados a permanecerem em isolamento social. 

A empresa deverá fazer uma triagem entre os colaboradores para saber qual o estado de saúde, além de realizar testes nos funcionparios para detectar a Covid-19 a partir do décimo dia de afastamento, seguindo protocolo de autoridades de saúde.

No documento, a juíza determina que, caso a empresa descumpra a medida, será aplicada uma multa diária de R$ 25 mil. 

O QUE DIZ A JBS

“A JBS não comenta processos judiciais em andamento. 

A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de Trindade do Sul (RS) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão:

–  afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica;

–  ampliação da frota de transporte;

–  desinfecção diária das unidades;

–  medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas;

–  vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores;

–  ações de distanciamento social;

–  forte comunicação de prevenção e cuidados, entre outras”.

Fonte: Notícias Agrícolas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com