Ladrões de gado matam vaqueiro à queima roupa

Ladrões de gado matam vaqueiro à queima roupa

PARTILHAR
Policial foi morto em propriedade na área rural de Montenegro Lauro Alves / Agencia RBS

O crime aconteceu no estado do Amazonas, após um roubo na propriedade onde trabalhava o vaqueiro. Confira os detalhes da informação dessa barbaridade!

Vaqueiro é morto com tiro na testa no AM após denunciar roubo de gado. Os criminosos souberam da denúncia e mataram o vaqueiro em comunidade de Parintins. Infelizmente a insegurança no campo está crescendo a cada dia e parece ter se tornado “comum” na zona rural. As quadrilhas fazem verdadeiro terror nas propriedades e comunidades isoladas!

O vaqueiro Eliandre Xavier, de 27 anos, foi executado com um tiro de espingarda na testa, na noite de segunda-feira (27), por volta das 19h30, na Comunidade do Paraná, em Parintins (distante 369 quilômetros em linha reta de Manaus). O crime aconteceu após ele denunciar ladrões de gado. 

De acordo com o delegado Adilson Cunha, da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins, três criminosos cercaram a casa em que o vaqueiro estava e, quando ele tentou tomar a  espingarda de um dos suspeitos, foi executado com um tiro na testa.

Outro vaqueiro que estava no local presenciou crime, mas conseguiu fugir em um momento de distração dos suspeitos. 

Uma equipe da Polícia Civil foi deslocada até a ocorrência e averiguações preliminares apontaram que o crime foi motivado, a partir de denúncia feita por Eliandre, sobre o envolvimento dos autores em crimes  de furtos de gados na propriedade em que ele trabalhava.

O titular da DIP de Parintins disse, ainda, que as investigações em torno do caso seguem em andamento para identificar e prender os suspeitos.

Com informações do Em Tempo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com