Carne bovina: Teremos mais recordes em Julho

Carne bovina: Teremos mais recordes em Julho

PARTILHAR
carcacas bovinas da raca angus
Foto: Roberto Barcellos

Mais um recorde de exportação em julho, de acordo com a Secex; Brasil embarcou 136,42 mil toneladas de carne bovina in natura, recorde para o mês

Segundo dados da Secretária de Comércio Exterior (Secex), até a quarta semana de julho, o Brasil embarcou 136,42 mil toneladas de carne bovina in natura, recorde para o mês.

A média diária ficou em 7,57 mil toneladas, frente às 5,79 mil toneladas em igual período de 2019, um incremento de 30,9%. As exportações brasileiras aquecidas, com destaque para os embarques para a China, ajudam no escoamento da produção e colaboram com a sustentação dos preços da arroba no mercado do boi. (Scot Consultoria)

O Brasil não é somente o maior exportador mundial de carne bovina. É também, atualmente, um dos poucos países fornecedores de proteína vermelha que pode exportar para o mundo “segurança alimentar”, pois segue livre das principais doenças em evidência no planeta – peste suína africana (PSA), gripe aviária e o novo coronavírus. Essa é a opinião do analista de proteína animal do Rabobank Brasil, Wagner Yanaguizawa, relatada em Podcast divulgado nesta terça-feira pelo banco de origem holandesa.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com