Ladrões furtam sacos de semente avaliados em mais de R$ 200 mil

Ladrões furtam sacos de semente avaliados em mais de R$ 200 mil

PARTILHAR
sacos de semente de milho
Imagem Ilustrativa

Propriedade rural é alvo de furto de 244 sacos de semente e proprietária gratificará em R$ 10.000,00 quem dar informações concretas sobre o fato

Uma propriedade rural localizada a cerca de 20 quilômetros de Maracaju, cidade ao sul de Mato Grosso do Sul e distante 160 quilômetros da capital Campo Grande, as margens da rodovia MS 162 foi alvo de furto na madrugada da última sexta-feira, dia 19 de fevereiro.

Segundo informações do registro policial a comunicante que é uma das proprietárias da propriedade informou que por volta do meio dia foi observado que a porta do barracão estava arrombada e ao olhar para dentro constatou-se que foram furtados diversos sacos de semente de milho.

Estima-se que foram furtados 244 sacos de semente de milho do Lote 04798559T – Safra 2019/2020, com local de produção de Formosa/GO. Procurando na internet pelo valor de um saco de semente é possível encontrar preços variados, mesmo assim, se colocarmos que o valor médio de um saco de semente é de R$ 100 o roubo rendeu um prejuízo de mais de R$ 244 mil ao produtor rural.

roubo de sementes em mato grosso do sul
Foto: Divulgação

O crime foi detalhado no Art. 155, Parágrafo 4 e Inciso I do Código Penal e o caso segue em investigação pela Polícia Civil de Maracaju.

A produtora rural quer obter mais detalhes sobre o crime e informa que gratificará em até R$ 10.000,00 quem dar informações concretas sobre o caso e que levem a Polícia Civil a elucidar o caso.

Mais informações podem ser dadas no telefone (67) 98481-6328 – Falar com Anderson (Proprietário).

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.