Lançado adesivo que aumenta a eficiência reprodutiva

Lançado adesivo que aumenta a eficiência reprodutiva

PARTILHAR
Boviflag ABS

ABS lança no mercado brasileiro adesivo autocolante para aumentar eficiência reprodutiva; Empresa será revendedora exclusiva do produto para detecção de cio no Brasil.

O adesivo autocolante é produzido pela BoviTime, uma empresa da África do Sul, e será revendido pela ABS Pecplan com exclusividade no Brasil. Hélio Rezende, gerente Global de Ferramentas e Serviços Técnicos da ABS, destaca que muitos pecuaristas não atingem suas metas por inseminarem vacas que não estão no seu melhor momento. “A detecção de cio é o primeiro passo para se conseguir bons resultados reprodutivos”, garante.

Com o novo produto, fica mais fácil essa identificação, já que é preciso apenas colar o adesivo próximo a base da cauda da vaca e, diariamente, observá-lo durante a rotina da fazenda. “Quando outra vaca monta na fêmea que estiver no cio, o adesivo muda de cor”, detalha o gerente de Produto Leite Europeu da ABS, Marcelo Mamedes.

Adesivo auxiliar na detecção de cio.

A detecção de cio é o primeiro passo para se conseguir bons resultados reprodutivos. Aumentar essa eficiência é uma das maiores dificuldades das rotinas das fazendas. Para facilitar a identificação do cio, o Boviflag é um grande aliado dos produtores rurais.

O que é?

O Boviflag é um adesivo autocolante que auxilia o produtor na identificação do cio. A ferramenta é produzida pela BoviTime, uma empresa da África do Sul, e revendida pela ABS com exclusividade no Brasil.

Como funciona?

O adesivo Boviflag é colado próximo a base da cauda da vaca. Quando a fêmea que estiver no cio for montada, o adesivo muda de cor. Assim, a orientação é que, diariamente, o Boviflag seja observado durante a rotina da fazenda.

Vale destacar que o BoviFlag pode ser utilizado em vacas e novilhas, tanto em rebanhos de corte, como em rebanhos leiteiros. Saiba mais sobre o seu funcionamento:

Palavra de quem usa

Cada vez mais produtores conhecem os benefícios do Boviflag. Uma ferramenta extremamente simples que garante os resultados. Veja, nas palavras de clientes ABS que apostaram no produto, como o Boviflag pode contribuir para aumentar a taxa de serviço do rebanho:

“A gente sentiu a melhora quando começamos a usar o BOViFLAG nos animais protocolados. Em todos os animais, depois de 14 dias da IAFT, colocamos o adesivo. Isso trouxe um aumento significante na nossa observação de cio de retorno. Eu acredito que seja esse fator que determinou o aumento da nossa taxa de serviço.”Tiago Nogueira Diógenes, Médico veterinário da fazenda São José, em Limoeira do Norte (CE), onde a taxa de serviço cresceu de 50% para 65 a 70%.

“Adotamos a prática de colocar o adesivo na vaca uma semana após a inseminação. Isso nos permitiu uma boa organização de cada animal individual. Fechamos o ano passado com uma taxa de prenhez nas vacas confinadas de 22%, e a taxa de serviço cresceu 17% desde que começamos a usar o adesivo.”Giovanni Nochi, Gerente da Agropecuária Palma, em Luziânia (GO).

Assim, o Boviflag promete contribuir para os bons resultados dos rebanhos brasileiros. Além da facilidade de aplicação, o produto é vendido a preço acessível para pequenos e grandes produtores.  Vale destacar que o BoviFlag pode ser utilizado em vacas e novilhas, tanto em rebanhos de corte, como em rebanhos leiteiros.

“A inseminação artificial é a forma mais democrática de promovermos o melhoramento genético de bovinos. Mas um dos entraves que existe nesse processo é a detecção. E, por isso, a ABS, preocupada em apresentar soluções para seus clientes, importou esse adesivo e apresenta ao mercado brasileiro”, ressalta Fernando Rosa, gerente de Produto Leite Tropical.

O BoviFlag é comercializado pelos mais de 80 representantes da ABS Pecplan em todo o país. Para encontrar o vendedor mais perto de você, acesse: www.abspecplan.com.br/rededevendas

Saiba mais sobre o Boviflag, acessando a página: http://www.abspecplan.com.br/boviflag 

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com