Mais de R$ 350 mil: Pecuarista oferece recompensa após gado furtado

Mais de R$ 350 mil: Pecuarista oferece recompensa após gado furtado

PARTILHAR

Pecuarista oferece recompensa: “Peço ajuda e estou disposta a gratificar quem encontrar esses animais, pois trata-se de um gado diferenciado”, diz a vítima.

Mais um crime no campo volta a preocupar pecuaristas, dessa vez, em São Paulo. Um furto de 73 garrotes avaliados em mais de R$ 350 mil, da raça Nelore e Aberdeen Angus foi cometido na zona rural de Andradina (SP), nesta madrugada do domingo (21). Infelizmente a onda de crimes segue assolando o meio agropecuário e os prejuízos são grandes! VAMOS NOS UNIR!

Qualquer informação poderá ser repassada diretamente a polícia e, segundo as informações, os donos dizem que a pessoa que conseguir ajudar a encontrar os animais será bem gratificado!

“Esse arrendamento é minha fonte de renda. Por lá nos tínhamos cana, mas pegou fogo não tinha onde colocar esse gado. Cuido de tudo sozinha e ainda ajudo meu pai em outra propriedade. Tenho algumas vacas de cria, mas apenas com ela não dá para arcar com os custos. Por isso peço ajuda e estou disposta a gratificar quem encontrar esses animais, pois trata-se de um gado diferenciado”, diz Fabíola.

Ela acredita que a ação criminosa foi praticada por alguém que conhecida sua propriedade. “Um frentista de um posto que fica próximo ao arrendamento viu três caminhões boiadeiros passando perto da propriedade no dia crime. Os bandidos utilizaram uma via diferente para chegar até a fazenda. É um local de difícil acesso. Um dos pontos mais altos da cidade”, comenta.

Mesmo tanto tempo após o crime a pecuarista mantém as esperanças de recuperar os animais. “Como eles estão todos marcados, acredito que as pessoas podem ficar receosas na hora de uma possível compra”. Dos 73 animais levados pelos bandidos, alguns estão marcados com as iniciais SF na Traseira e outros FF na paleta. Outros animais contêm apenas as descrições FF na traseira.

Pecuarista destaca marca no gado que foi furtado de sua propriedade: Foto: Fabíola Fonseca

Infelizmente o número de animais furtados é crescente, assim como o de defensivos, adubos e máquinas agrícolas. As altas constantes dos valores no mercado dos itens do setor agropecuário fizeram com que a criminalidade crescesse ainda mais. Uma coisa é certa, o crime existe porque tem receptação. DIGA NÃO A COMPRA DE ANIMAIS SEM NOTA!

A pecuarista registrou um boletim de ocorrência na delegacia de Andradina e aguarda a investigação das autoridades. Ela conta que fez buscas em outras propriedades da região para encontrar seus animais mas sem sucesso. Fabíola pede que quem tiver informações sobre o paradeiro dos animais entre em contato pelo email advfabiolafonseca@hotmail.com 

Criminosos invadiram fazenda e abateram animal de forma clandestina Foto: Guilherme Zeli

Novilha é esquartejada e criminosos fogem com cortes nobres

O sentimento do pecuarista Guilherme Zeli é de revolta. No último fim de semana, criminosos invadiram sua fazenda em Três Lagoas (MS) e esquartejaram uma novilha senepol PO com dois anos de idade. Os suspeitos deixaram a carcaça no pasto e leram apenas os cortes nobres do animal, deixando o produtor com um prejuízo estimado em R$ 15 mil.

“O pasto onde o animal foi encontrado fica a 3 km da sede. Lá perto tem um matagal alto, onde eu encontrei marcas de pneu e acredito que deixaram escondido o carro para fugir com o produto do furto. Como era um animal manso, acredito que tenham laçado e degolado. Quem fez é do ramo. Sabia como agir”, conta o pecuarista.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com