Mapa e ABCZ vão ampliar processo de avaliação genômica do gado zebu

Mapa e ABCZ vão ampliar processo de avaliação genômica do gado zebu

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Tereza Cristina disse que é importante levar adiante o processo de genotipagem para aumentar a qualidade do rebanho e ampliar o mercado de exportação.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, determinou que o ministério ajude a obter os recursos necessários para a ampliação do Projeto Genômica, desenvolvido pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ) e pela Embrapa.

A avaliação genômica tem o objetivo de melhorar a qualidade do bovino e selecionar animais geneticamente superiores.

Tereza Cristina se reuniu nesta quinta, 1º, com a diretoria da ABCZ, em Brasília, e disse que é importante levar adiante o processo de genotipagem do zebu brasileiro, para aumentar sua qualidade e ampliar o mercado de exportação de carnes do país.

A associação informou à ministra que já realizou a avaliação genômica de mais de 82 mil exemplares de zebu, e tem a meta de chegar a 400 mil genotipagens e ultrassonografias de carcaça nos próximos três anos, em parceria com a Embrapa.

“Não podemos deixar que o Brasil perca a liderança mundial na genética do gado zebu”, disse o superintendente da entidade, Jairo Machado Borges Furtado. Para ele, há grande possibilidade de aumentar o mercado mundial de zebu, já que a produção de angus tem pouca possibilidade de expansão no Hemisfério Norte.

Na reunião, também foi discutida a certificação zootécnica para liberação da comercialização de sêmen de touros e o protocolo entre Brasil e Índia para exportação de embriões.

O ministério vai elaborar uma nova recomendação técnica para a certificação dos reprodutores. A ministra pediu ao diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Agropecuários, Geraldo Moraes, um estudo sobre o assunto.

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com