Máquina planta mais de 900 mudas por hora

Máquina planta mais de 900 mudas por hora

PARTILHAR
Komatsu D61EM Planter, máquina planta até 900 mudas por hora. Foto Divulgação.

Fabricantes nacionais desenvolvem equipamentos para automatização das operações de campo; Máquina para o setor florestal planta mais de 900 mudas por hora!

Nas últimas duas décadas, o setor florestal passou pelo processo de mecanização das atividades de colheita. Hoje, o mercado brasileiro tem à disposição as mesmas máquinas utilizadas ao redor do mundo e, em especial, em países da Escandinávia, onde é intensa a exploração de recursos florestais.

Até pouco tempo, muitas das operações realizadas no segmento no Brasil, como o preparo do solo, utilizavam máquinas agrícolas adaptadas. Nos últimos anos, porém, o setor ganhou mais atenção e equipamentos exclusivos, fabricados nacionalmente, como o subsolador SJ 1 er, da J de Souza, ou o destocador da Roder. Agora a bola da vez é a operação de plantio. No entanto, as operações no Brasil são diferentes das realizadas no restante do mundo, o que exige o desenvolvimento de técnicas e equipamentos exclusivos.

A plantadeira D61 Komatsu é um equipamento que levará o setor florestal para uma nova era do plantio manual para o plantio mecanizado

Compreendendo o crescimento do mercado nacional e a sua carência, a Komatsu Forest e a divisão de agricultura da Hexagon desenvolveram uma máquina de plantio automatizada que permite o georreferenciamento de mudas e irrigação na mesma operação, a D61 Planter.

“Com a tecnologia Hexagon, o gerenciamento das plantas fica totalmente automatizado, fazendo a canalização da muda, abertura da cova, alimentação da muda, fechamento da cova, compactação do solo e irrigação”, conta o gerente de Engenharia da Komatsu Forest, Sandro Soares.

Com capacidade de plantio de 900 mudas/hora, o Komatsu D61EM planta três linhas por vez, de forma totalmente automática, em espaçamentos de plantio que variam entre 3 e 3,5 metros em aproximadamente 12 segundos, o que aumenta a produtividade. O equipamento prepara a cova, posiciona a muda e a irriga. O “porta mudas” é de troca rápida e fácil.

De acordo com a Komatsu, nos testes realizados com o equipamento entre junho de 2018 e maio de 2019, foi possível plantar três mudas a cada 12 segundos, chegando a mais de 900 unidades por hora com um consumo de 14 litros de diesel.

“A qualidade as linhas de plantio apresentaram uma variação de 10 cm (centímetros), este resultado, depende muito da qualidade da preparação do terreno na mecanização florestal (tocos altos, curva de nível, etc)”, justifica Soares.

No momento, existem duas unidades fabricadas da D61 Planter, mas comercialmente ela não está em atividade. Estão planejadas demonstrações em São Paulo, Bahia e outros estados.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com