Máquina promete revolucionar agricultura mundial

Máquina promete revolucionar agricultura mundial

PARTILHAR
V-ICON
Foto: Ícone Projetos Design/divulgação

Uma máquina capaz de realizar todos os processos da agricultura vem sendo desenvolvida e deve mudar o cenário mundial da agropecuária, conheça a máquina 3 em 1.

Alimentar a população mundial é um desafio que exigirá muito dos pequenos produtores rurais, defende o designer de produtos da Ícone Projetos Yuri Kozowski. Pensando neste nicho, ele e o sócio, o designer industrial Paulo Biondan, resolveram desenvolver uma máquina capaz de atuar nas diversas fases da produção agrícola.

Com o projeto, Kozowski e Biondan ficaram em segundo lugar na competição da Valtra, que teve como tema justamente a polivalência. No edital, a marca lançou a seguinte provocação:

“Como você acha que essa máquina ideal lidaria com o trabalho de hoje e as necessidades do futuro?”.

O futuro em questão era o ano de 2030, e foi pensando nele que os designers brasileiros trabalharam. De acordo com Kozowski, tudo o que foi colocado no projeto já existe. “Todas essas tecnologias estão por aí. Agora, o trabalho é nas formas de conectá-las e torná-las possíveis juntas. Até 2030, será realidade”, afirma, animado.

Alimentar a população mundial é um desafio que exigirá muito dos pequenos produtores rurais, defende o designer de produtos da Ícone Projetos Yuri Kozowski. Pensando neste nicho, ele e o sócio, o designer industrial Paulo Biondan, resolveram desenvolver uma máquina capaz de atuar nas diversas fases da produção agrícola.

A ideia surgiu no segundo semestre de 2018, às vésperas do Desafio de Design da Valtra, que reuniu 107 equipes concorrentes de 32 países. “Estávamos com os fins de semana livres e acreditamos que a ideia era boa e valia a pena nos dedicar para apresentá-la na competição”, diz Kozowski.

Segundo o designer, eles focaram na realidade do pequeno produtor, que nem sempre tem recursos e necessidade de comprar várias máquinas maiores. “Com este equipamento, ele poderia executar várias funções, como arar, pulverizar e colher, só trocando os implementos”, afirma. Dessa forma, a máquina nunca ficaria parada. “Se o agricultor não estiver usando de forma nenhuma, ele pode servir como veículo de transporte”, destaca.

A V-Icon Polivalent, como foi batizada a máquina, poderá ser operada física ou remotamente. Além disso, o equipamento é dotado de um sistema híbrido capaz de funcionar à base de energia eólica, energia solar, biogás e biodiesel.

Com o projeto, Kozowski e Biondan ficaram em segundo lugar na competição da Valtra, que teve como tema justamente a polivalência. No edital, a marca lançou a seguinte provocação: “Como você acha que essa máquina ideal lidaria com o trabalho de hoje e as necessidades do futuro?”.

O futuro em questão era o ano de 2030, e foi pensando nele que os designers brasileiros trabalharam. De acordo com Kozowski, tudo o que foi colocado no projeto já existe. “Todas essas tecnologias estão por aí. Agora, o trabalho é nas formas de conectá-las e torná-las possíveis juntas. Até 2030, será realidade”, afirma, animado.

Fonte: José Florentino

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com