Mega incêndio atinge fazenda e causa prejuízos

PARTILHAR

Um incêndio de grandes proporções foi registrado em uma propriedade rural e queimou mais de 100 hectares de pastagem e cercas; os animais estão sendo contados!

Um incêndio de grandes proporções foi registrado em uma propriedade rural no município de Taquarussu nesta quinta-feira, dia 08 de julho. De acordo com o apurado pelo site Nova News, as chamas se iniciaram em uma fazenda nas proximidades da Estação Ecológica Municipal e, devido à direção do vento, o fogo estaria se aproximando de outra propriedade.

Equipes do ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), membros da Secretaria de Meio Ambiente de Taquarussu e o prefeito Clóvis do Banco foram para o local acompanhar de perto a situação.

Vários tratores estão sendo utilizados na construção de aceiros na localidade para tentar conter o fogo, bem como o Corpo de Bombeiros Militar em Nova Andradina foi acionado. 

Nas palavras da secretária municipal de Meio Ambiente, Ludimila Soares, a pastagem seca devido à geada registrada nos últimos dias tem favorecido a propagação das chamas. “O fogo não atingiu ainda nenhuma área de mata, mas já foi possível perceber animais como raposas e araras tentando escapar”, disse ela.

Segundo apurado em um primeiro momento pela reportagem, funcionários da propriedade teriam colocado fogo em um mata-burro e acabaram perdendo o controle da situação.

Por volta das 8h da noite, em conjunto com militares do Corpo de Bombeiros, as frentes de combate às chamas conseguiram realizar a extinção dos focos de incêndio. Estima-se que a área atingida ultrapasse 100 hectares.

Fonte: Nova News
Fonte: Nova News
Fonte: Nova News
Fonte: Nova News

Incêndio atinge área de pastagem de fazenda e destrói cerca de 50 hectares, em Francisco Sá

Os bombeiros combateram um incêndio de grande proporção que atingiu uma área de pastagem na zona rural de Francisco Sá, nessa quarta-feira (7). As chamas destruíram cerca de 50 hectares de capim na fazenda Tabual II.

Foram usados tratores equipados com reservatório de água para combater o incêndio. Os militares também usaram afabadores, bombas costais e mochila anti-incêndio.

“Quando chegamos na propriedade tinha vários focos e fumaça intensa. Era um local de difícil acesso e, por isso, foi necessário utilizar quatro tratores da fazenda. Foram gastos cerca de 20 mil litros de água”, explicou o sargento Ademir Pereira.

Além dos militares, outras 16 pessoas, incluindo funcionários da fazenda e voluntários, ajudaram no combate. A ação durou 3h e terminou por volta das 19h30. Segundo os bombeiros, os funcionários foram orientados a manter o monitoramento para evitar a reignição das chamas.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.