Assassinato em fazenda causa pânico!

Assassinato em fazenda causa pânico!

PARTILHAR
Suspeito foi preso em flagrante
Suspeito foi preso em flagrante e autuado por homicídio doloso, quando há intenção de matar (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Caso aconteceu por volta das 18h30 de ontem (8), na propriedade rural (Fazenda Furnas), localizada nas imediações da Producel, em Mato Grosso. Veja!

Menino de 11 anos identificado como Luis Otávio Santana de Lima foi morto com um tiro à queima roupa no abdômen. O fato foi por volta das 18h30 de ontem (8), na propriedade rural (Fazenda Furnas).

Propriedade está localizada nas imediações da Producel, distante 30 quilômetros do perímetro urbano de Sidrolândia. Suspeito pelo crime, Ivan Alyffer Albuquerque Rocha, 23 anos, conhecido dos familiares da vítima, foi preso em flagrante.

O jovem foi preso e autuado em flagrante por homicídio doloso, que é quando há intenção, e porte ilegal de arma de fogo.

Testemunhas relataram ao site Região News, que Luis Otávio havia saído de casa com o suspeito e o irmão de 13 anos para caçar numa mata na região do Cerro Corá, quando houve o disparo. O revólver calibre 22 foi aprendido.

O garoto foi socorrido por terceiros e durante o caminho, o suspeito que também estava no veículo que fazia o transporte da vítima, tentou fugir ao avistar uma viatura da Polícia Militar na estrada que dá acesso à propriedade, mas foi contido pelo condutor.

Testemunha diz que, antes de atirar, suspeito mandou criança ajoelhar e rezar

Enquanto era socorrido, Luis Otávio Santana de Lima, 11 anos, ferido com um tiro na barriga à queima roupa, contou que antes de atirar o suspeito o mandou ajoelhar e rezar. O fato foi confirmado pelo irmão da vítima de 13 anos que presenciou a cena. A criança não resistiu e morreu antes de dar entrada no Hospital Elmíria Silvério Barbosa.

arma usada no crime da morte de adolescente
Arma foi apreendida e levada para a delegacia da cidade (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

“Ele tentou abrir a porta para fugir pela vegetação”, disse a testemunha.

Com a chegada dos policiais, Ivan afirmou que o disparo foi acidental. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e prestou os primeiros socorros, mas a vítima chegou morta ao Hospital Elmíria Silvério Barbosa. Ivan foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo e homicídio doloso, quando há intenção de matar. O caso é investigado pela Delegacia de Polícia do Município.

Para a polícia, as primeiras apurações “indicam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva pela prática de homicídio doloso”. No entanto, nenhuma hipótese é descartada e os policiais investigam a motivação. A arma usada foi apreendida.

Rapaz de 23 anos foi autuado em flagrante por homicídio doloso – quando há intenção.

Suspeito foi preso em flagrante
Suspeito foi preso em flagrante e autuado por homicídio doloso, quando há intenção de matar (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Compre Rural com informações do Campo Grande News

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com