Ação rápida da Polícia prende mais de 53 criminosos que invadiram fazenda

Ação rápida da Polícia prende mais de 53 criminosos que invadiram fazenda

PARTILHAR
Fonte: Comando 190

Ação rápida da Polícia prende mais de 53 criminosos que invadiram fazenda e aterrorizaram família no interior

Uma ação rápida, determinada pela cúpula da Segurança Pública de Rondônia, conseguiu prender dezenas de criminosos que invadiram a Fazenda Verde Vale no último sábado e mantiveram os donos como reféns.

Enquanto eram mantidos reféns sob a mira de armas de fogo, as vítimas eram torturadas e humilhadas pelos criminosos. Um deles chegou a coloca o cano de uma pistola na boca do proprietário e falou que só não iria mata-lo por que não tinha a autorização do chefe do bando.

A fazenda foi roubada e saqueada. Na madrugada de domingo, o bando colocou as vítimas em um veículo e seguiu sentido a cidade de Ji-Paraná, onde elas foram libertadas próximo a rodoviária.

Ação

Logo que as vítimas procuraram as autoridades policiais, foi montado uma Força Tarefa composto por militares de São Miguel, Cacoal, Ji-Paraná e policiais civis de Alvorada, com o apoio de um helicóptero do NOA (Núcleo de Operações Especiais) da Sesdec.

O comandante geral da PM, Ronaldo Flôres Corrêa, auxiliado pelo coordenador regional de policiamento coronel PM Plínio Sérgio Cavalcanti,, coordenou toda a ação.

Ao chegarem em uma das entradas da fazenda, por volta das 9 horas, os policiais foram recebidos por um grupo de sem-terra que estavam encapuzados e empunhando facões e bandeiras da LCP (Liga dos Camponeses Pobres). Rapidamente, eles foram abordados, desarmados e presos. Parte do bando conseguiu fugir entrando em uma área de mata fechada.

Na sede da fazenda, os policiais se depararam com um verdadeiro rastro de destruição. Nem os alimentos e bebidas que estavam na geladeira escaparam da ação dos criminosos.

Crimes

De acordo com o delegado titular de Alvorada, Fred Matos, os mais de 50 conduzidos foram flagranteados pelos crimes de roubo, esbulho possessório, associação criminosa, corrupção de menores e cárcere privado.
“Nós vamos apurar entre os vários crimes e fazer a correta qualificação, identificação e individualização da conduta de cada indivíduo desses. Um dos conduzidos já foi preso três vezes e em uma das prisões estava dirigindo uma caminhonete roubada tentando atravessar para a Bolívia”, informou o delegado.

O comandante Ronaldo, afirmou que todas as ações deste tipo serão adotadas medidas rápidas para evitar que aja propagação e que o patrimônio seja destruído. “Tão logo que tomamos conhecimento do caso, estando em flagrante de delito, o Estado tem que agir, pois as vítimas passaram por cárcere privado durante toda noite e sofreram abusos sob mira de armas com alto poder de fogo. Sempre nesses casos vamos optar pela intervenção rápida e pronta”, esclareceu.

FONTE COMANDO 190

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com