“Caçadores” de javali são presos com arma e carcaça do animal

“Caçadores” de javali são presos com arma e carcaça do animal

PARTILHAR

Apesar de permitida, caça de javali precisa de autorização do Ibama; Cinco são presos com carcaças de javali e 18 cachorros de caça em MS.

Cinco caçadores foram presos na tarde desta terça-feira (31) em Nova Alvorada do Sul, distante 120 quilômetros de Campo Grande, por equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã. Eles foram multados em R$ 5 mil e vão responder por maus tratos.

Lembramos, e ressaltamos, que a caça ao javali é permitida em todo território nacional, segundo lei federal. Entretanto, os caçadores precisam estar atentos e devem estar devidamente cadastrados e autorizados a exercerem a caça, seguindo as normas e leis que regem as autorizações, bem como a utilização de armas e cães para efetuarem o abate dos animais.

Durante a fiscalização a equipe encontrou o acampamento de caça, no meio da mata, no local cinco cães, barracas dois Javalis abatidos e carneados. Enquanto os policiais verificavam a área, uma Chevrolet S-10 chegou com três pessoas, as outras duas que chegaram em motocicletas.

O grupo voltava de uma caçada e das cinco pessoas, duas eram mulheres.

Os veículos foram abordados e na S-10 foram encontradas três armas de caça – duas espingardas cartucheiras calibre 28 e uma calibre 20.  Na carroceria do veículo ainda estava uma gaiola com 13 cães, amontoados e estressados, configurando situação de maus-tratos.

Já os animais que estavam no acampamento estavam sem água ou alimentação. De acordo com a PMA, em uma das motocicletas estava uma espingarda calibre 12. Todas as armas estavam municiadas e não possuíam documentação.

Os veículos, as armas e os animais foram apreendidos. OS caçadores, de 44, 37, 34, 24 e 23 anos, receberam voz de prisão e foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul.

O grupo foi autuadopor crime ambiental de maus-tratos a animais e por porte ilegal de armas. A pena para maus-tratos é de três meses a um ano de detenção e para o crime de porte ilegal é de dois a quatro anos de reclusão.

A pena para maus-tratos é de três meses a um ano de detenção e para o crime de porte ilegal é de dois a quatro anos de reclusão.

Já o dono dos 18 cachorros foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.000,00 pela infração de maus-tratos.

A prática de abate de javalis, apesar de permitida, deve ser feita mediantes procedimentos administrativos como ter autorização do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que nenhum dos cinco possuía, tornando a prática ilegal.

Vamos compartilhar e evitar esse tipo de caça ilegal, autuações e crimes desse tipo causam aberturas para que, ativistas, possam tentar prejudicar aqueles que realmente fazem de forma correta, e ajudam o produtor a reduzir os riscos causados por essa praga!

Compre Rural com informações do MidiaMax

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com