Se fosse seu filho, você ainda seria contra a caça do Javali?

Se fosse seu filho, você ainda seria contra a caça do Javali?

PARTILHAR

Javali ataca família e morde a cara a uma criança, que teve de levar 65 pontos. Esse é apenas um dos inúmeros casos de ataque dessa praga pelo mundo, você seria contra a caça do Javali?

Um javali atacou uma moto, na Índia, derrubando o veículo. Os passageiros que iam na moto caíram, segundo conta a informação local e tratava-se de uma família onde um dos membros era uma criança de 8 anos que, quando caiu, ficou preso. O javali aproveitou o momento e mordeu-lhe a cara.

O acidente ocorreu em meados de 2019, na Índia, onde a caça é proibida, mas poderia acontecer em qualquer lugar, como casos já relatados aqui no Compre Rural, sobre ataques de Javalis a humanos. Esta é mais uma notícia que nos alerta para o perigo destes animais selvagens.

Chega de hipocrisia e falácias sobre a proibição da caça do javali, essa praga deve ser caçada e abatida o quanto antes!

Quando Ismael, o pai da criança, viajava com a sua família para uma localidade próxima. Durante o trajeto, o javali embateu contra a moto, que se despenhou. O menino de 8 anos, Sahadh, ficou com o veículo em cima e por isso não conseguiu levantar-se. O javali mordeu-lhe a cara.

Pouco depois, foi para o hospital privado, na localidade de Cheruvathur, no sul do país, onde teve de levar 65 pontos.

E se fosse seu filho, você seria contra a caça do Javali?

Infelizmente, uma praga que chegou no Brasil a décadas, parece que veio para ficar e causar prejuízos. Sem possuir um predador natural, a espécie tem crescido ano após ano e o prejuízo para o produtor rural é cada vez maior. Como se não bastasse, agora os javalis tem atacado as pessoas e causado, na maior parte, a morte dessas.

E se a imagem acima fosse do seu filho? E se fosse a sua lavoura destruída? E se fosse o seus animais atacados? E se fosse a nascente dentro da sua propriedade destruída? Se fosse você o prejudicado, você ainda seria contra a caça do javali?

Prejuízo, morte, destruição das lavouras e ataque aos animais. Até quando essa praga vai dominar o campo??

Venho debatendo esse assunto a muito tempo e é importante que, além de falar, não deixemos quem não entende do problema, discutir e rebater a decisão da caça. A mais de um ano, escrevi uma matéria onde desafiei algum ambientalista a mostrar uma solução que não a caça do javali, pois bem, ainda espero algum aceitar o desafio.

Temos inúmeros “especialistas” do assunto, discutindo a liberação ou a burocratização do assunto, em mesas redondas, no ar condicionado e com carpetes sob os pés. Infelizmente, essas pessoas não conhecem a realidade do campo, das dificuldades que já são grandes para se cultivar, não conhecem a realidade dos ataques e prejuízos que essas pragas causam todos os dias ao setor produtivo do país. Então eu pergunto: “qual deles tem a coragem de enfrentar um dia de caça, um dia de lavoura?”

Mês passado, coloquei em pauta aqui, uma matéria expondo um absurdo criado pelo IBAMA, com uma das pessoas que mais apoiam a caça legalizada e desburocratizada no Brasil, o fundador do “Aqui tem Javali”, Rafael Salerno. A multa chegou a mais de R$ 200 mil! Graças a nossas correntes e união dos caçadores e produtores rurais, ele conseguiu reverter a situação absurda.

Mais uma vez companheiros, caçadores e produtores rurais, peço a união de vocês para com o tema e, acima de tudo, para podermos fazer chegar até a sala dos “engravatados”, essas imagens de destruição e prejuízo que essa praga causa a quem cruza seu caminho. Defendemos a caça, mas a caça legalizada e desburocratizada!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com