Mercado de reposição retomando o ritmo pós Carnaval

Mercado de reposição retomando o ritmo pós Carnaval

PARTILHAR
bezerrada no sal mineral
Foto: Thiago Pereira

Passado o Carnaval o mercado de reposição deve retomar a normalidade gradativamente, conforme vendedores e compradores retornem aos negócios com maior intensidade. 

Devido ao feriado prolongado, o volume de negócios concretizados no mercado de reposição foi baixo e insuficiente para estabelecer uma referência. Logo as cotações ficaram estáveis frente ao último levantamento semanal. 

Passado o Carnaval o mercado deve retomar a normalidade gradativamente, conforme vendedores e compradores retornem aos negócios com maior intensidade. 

Estamos no início do mês e com a entrada de salários a população deve a aumentar a demanda por carne bovina, o que tende a manter as cotações do boi gordo pelo menos sustentadas. Esse é um fator que pode dar ânimo para recriadores e invernistas se lançarem às compras com maior afinco. 

Além disso, nas últimas semanas as chuvas chegaram com maior volume e regularidade, melhorando a qualidade do pasto e aumentando a capacidade de suporte. Esse é um ponto que também pode aumentar a demanda pela reposição, principalmente das categorias mais eradas, como garrote e boi magro. 

Com as condições de pasto melhores, muitos pecuaristas compram estas categorias para prepararem os animais para serem terminados em confinamento no período seco do ano, geralmente começando entre maio e junho. 

Mas também vale ressaltar que o aumento da qualidade dos pastos tende a melhorar o poder de retenção da ponta vendedora que endurece as negociações devido ao maior poder de barganha.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com