Mercado do boi entra no rítmo do samba e desfila alta no...

Mercado do boi entra no rítmo do samba e desfila alta no preço

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A escalas de abate estão curtas para os frigoríficos de menor porte; o ponto de inflexão segue no arrefecimento do consumo ao longo da segunda quinzena do mês.

O mercado físico do boi gordo teve preços estáveis. O analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, disse que o dia foi extremamente lento em termos de volume negociado, algo que era amplamente esperado diante do Carnaval que começou hoje mesmo em muitas cidades. 

No aplicativo do Agrobrazil, parceiro do Compre Rural, as cotações do boi gordo estão em alta e fecharam a semana valendo R$ 202,04 no estado de São Paulo. Já no Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 187,62. Esse cenário trouxe maior otimismo para o mês de março, pois os frigoríficos estão com os estoques apertados e a China tem aumentado a sua demanda. Em resumo, teremos maior demanda por boi pronto e melhores chances de negocaciações tendendo para alta da arroba, basta o pecuarista continuar fazendo o dever de casa.

“Sob o ponto de vista fundamental, fica a expectativa do retorno dos frigoríficos ao mercado na próxima semana. A escalas de abate estão curtas para os frigoríficos de menor porte. O ponto de inflexão segue no arrefecimento do consumo ao longo da segunda quinzena do mês, período sempre pautado por menor apelo”, assinalou.

Segundo Scot Consultoria

No fechamento da última quinta-feira (20/2), a cotação do boi gordo não teve variação em São Paulo. A arroba ficou cotada em R$200,00, à vista, livre de Funrural.

No entanto, com menos dias de compra na próxima semana, devido ao feriado de Carnaval, os frigoríficos estão buscando alongar as escalas de abate.

Porém, os compradores estão esbarrando na oferta de boiadas, que está limitada.

Cotação pelo Brasil, segundo o Safras&Mercado

  • Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista seguiram em R$ 203 a arroba.
  • Em Uberaba, Minas Gerais, preços em R$ 194 a arroba.
  • Em Dourados,no Mato Grosso do Sul, os preços seguiram em R$ 193 a arroba.
  • Em Goiânia, Goiás, o preço indicado ficou em R$ 193 a arroba.
  • Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço permaneceu R$ 184 a arroba.

Atacado 

No mercado atacadista, a situação é a mesma, com preços acomodados e sem espaço para altas até a virada do mês. Assim, o corte traseiro permaneceu em R$ 14,60 o quilo. A ponta de agulha seguiu em R$ 11,55 por quilo. Já o corte dianteiro continuou em R$ 12,50 por quilo.  

O que esperar no mercado do boi na volta do carnaval

Cenário é de pouca movimentação, mas preços firmes. Com o ritmo de compras lento, frigoríficos devem voltar do feriado precisando comprar boiadas para a virada de mês. Milho  segue firme, mesmo com exportações lentas, destaque para o câmbio.

Compre Rural com informacoes do Canal Rural, Scot Consultoria e AgroBrazil

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com