Mercado do boi gordo incerto

Mercado do boi gordo incerto

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

Em função desta medida os frigoríficos permaneceram fora das compras na terça-feira (4/6). Veja como ficam as cotações! 

Em função da notificação da ocorrência de um caso atípico de encefalopatia espongiforme bovina (doença da vaca louca), na segunda-feira (3/6) o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) suspendeu as exportações de carne bovina para a China, maior comprador da carne brasileira.   

Em função desta medida os frigoríficos permaneceram fora das compras na terça-feira (4/6). 

Em São Paulo, praticamente todas as indústrias se afastaram dos negócios, principalmente aquelas plantas que trabalham exclusivamente com o mercado chinês. 

Em algumas regiões de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, grande parte dos frigoríficos também saiu das compras e alguns deles planejam adiar o abate dos animais já escalados. 

No restante do país o mercado trabalhou fraco e os frigoríficos que estavam ativos eram aqueles que atendem principalmente o mercado interno e aqueles com menor capacidade de abate. 

Apesar da cautela geral observada no mercado do boi gordo, não há risco sanitário para o Brasil, a suspensão para a China é temporária e cumpre uma das exigências do protocolo sanitário assinado pelo Brasil e pelo país asiático. 

Destacamos também que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) examinou o registro da doença e manteve o status sanitário brasileiro de risco insignificante para a doença.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com