Mercado do feijão com poucos negócios reportados

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Vou apresentar aqui as estimativas para estoque e consumo de Feijões até dezembro e analisar as tendências para o ano de 2023.

Mercado com poucos negócios reportados ontem. Dentro do normal para uma segunda-feira. Seguem os produtores buscando por compradores dispostos a elevar as cotações para R$ 310 acima em Minas Gerais e, no Mato Grosso, R$ 270, pelo menos. Feijão-preto no Paraná variando entre R$ 210/220 ao produtor na região sul do Paraná, para mercado T-2 acima.

Hoje será realizado um evento aos cooperados da Lagoa Bonita Sementes, em Itaberá – SP. Vou apresentar aqui as estimativas para estoque e consumo de Feijões até dezembro e analisar as tendências para o ano de 2023, bem como comportamento dos preços nos últimos meses e os fatores que vêm influenciando o mercado atualmente. Vamos falar das perspectivas do ponto de vista do consumidor e as alternativas que vêm sendo observadas de agregação de valor. Vou mostrar o enorme potencial a ser aproveitado, levando em consideração os dois mercados que o Feijão tem dentro do Brasil, ao atender consumidores que exigem cada vez mais produto com características que implicam em investimentos no campo, mas que podem significar agregação importante de valor.

Por outro lado, há os cerca de 100 milhões de brasileiros que compram baseados em menor preço possível. Do ponto de vista internacional, vamos analisar o tamanho do mercado mundial de cada uma das cultivares mais interessantes para o produtor. Não há como planejar investimentos se não for alicerçado em dados confiáveis. Ouvir os produtores também é parte do objetivo uma vez que a troca de informações foi e é básica para nossas análises.

Fonte: Ibrafe

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com