Milho: preços estáveis em grande parte do país

Milho: preços estáveis em grande parte do país

PARTILHAR
capa-supermilho1
Foto Divulgação.

O mercado segue com oferta do grão, mas movimentações estão em ritmo mais lento, o comprador vem negociando apenas da “mão para boca”, veja!

O mercado brasileiro de milho registrou preços pouco alterados nesta quarta-feira, 16. Segundo o consultor de Safras & Mercado, Paulo Molinari, o mercado seguiu relativamente calmo, com alguma queda nas cotações em São Paulo. “A oferta existe e os preços estão estáveis na maior parte das praças”, comenta.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 58/60,50 a saca.

No Porto de Paranaguá (PR), os valores chegaram em R$ 58/61 a saca. No Paraná, a cotação ficou em R$ 54/56 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço de R$ 57/59 na Mogiana. Em Campinas CIF, as cotações ficaram entre R$ 59/60 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 62/64 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 54/56 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 51 – R$ 54 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 50,00/52,00 a saca em Rondonópolis.

Chicago

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão desta quarta, 16 com preços significativamente mais altos. O cereal buscou suporte no sentimento de boa demanda para o cereal norte-americano, especialmente por parte da China. Os sólidos ganhos do petróleo, superiores a 4,8% em Nova York, também contribuíram positivamente.

Os contratos de milho com entrega em dezembro fecharam a US$ 3,71, com alta de 5,75 centavos, ou 1,57%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2021 fechou a sessão a US$ 3,81 por bushel, ganho de 5,25 centavos de dólar, ou 1,39%, em relação ao fechamento anterior.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,92%, sendo negociado a R$ 5,2400 para venda e a R$ 5,2380 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,2130 e a máxima de R$ 5,2750.

Fonte: Agência Safras


Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.