Mitos e verdade sobre o café!

Mitos e verdade sobre o café!

PARTILHAR
cafe
Foto Divulgação.

Será que a bebida engorda? Ela é capaz de curar a ressaca depois de alguns drinks? Confira seis curiosidades que o Canal Rural separou.

Nesta sexta-feira, dia 24, comemora-se o Dia Nacional do Café, a bebida “queridinha”  do brasileiro. E foi em 1721, que as primeiras mudas de café chegaram ao Brasil, trazidas pelo oficial português Francisco de Mello Palheta, onde foram plantadas no Pará.

Mas não seria no ambiente amazônico que a nova planta iria tornar-se a principal riqueza do Brasil um século e meio mais tarde, entre as décadas de 1894 a 1930. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), enquanto na Europa e nos Estados Unidos o consumo da bebida crescia, exigindo o aumento na produção, o café brasileiro migrou para o estado do Rio de Janeiro, dando início a um novo ciclo econômico na história do país.

Café na atualidade

Depois de séculos, o Brasil se tornou o maior exportador de café no mercado mundial. Ainda segundo a Abic, o país responde por um terço da produção mundial do grão, o que o coloca como maior produtor mundial há mais de 150 anos, tornando-se a segunda bebida mais consumida do Brasil, ficando atrás apenas da água. Pensando nisso, o Canal Rural separou algumas curiosidades sobre o grão, confira!

A cafeína pode prejudicar a saúde?  

A Abic alerta, tudo em excesso pode fazer mal. Em quantidades moderadas, o equivalente até quatro xícaras por dia, a cafeína não é prejudicial à saúde humana, desde a gestação até o final da vida. Mas o consumo excessivo de cafeína pode causar um aumento modesto da pressão sanguínea arterial.

O café pode engordar? 

Não, mas a adição de leite e açúcar numa xícara de café adiciona calorias, embora em pequenas quantidades. Por exemplo, enquanto uma garrafa de dois litros de refrigerante pode ter até 800 calorias, cada colher de chá com açúcar tem 20 calorias e três a quatro colheres de açúcar no café nunca passam de 100 calorias, quase dez vezes menos que um refrigerante.

Café vicia? 

Não. Tomar café diariamente pode ser descrito como um hábito saudável comparável ao exercício físico regular.

O café pode ajudar na “ressaca”? 

O álcool é um poderoso depressor do cérebro e é comum oferecer café a pessoas que tenham bebido muito. Fazer isso combate em parte os efeitos do álcool já além de possuir cafeína e seus efeitos estimulantes, os ácidos da bebida bloqueiam o desejo de consumir álcool.

Pessoas embriagadas podem ter parte da sobriedade restaurada através do consumo de café, um efeito temporário. O café também é um forte aliado para prevenir o consumo de álcool de forma mais eficaz.

No Século XVII, conhecido como a Era das Bebidas, quando o consumo de vinho, cervejas e bebidas destiladas estava aumentando de forma impressionante na Europa, a introdução do saudável hábito de beber café ajudou a combater o alcoolismo em toda a Europa.

Café pode inibir o sono? 

Sim, para a grande maioria das pessoas o café consumido a noite altera, retarda ou tira o sono. Como a bebida é mais indicada para ser consumida ainda de dia, ela pode se tornar aliada de quem precisa de mais atenção na hora do trabalho, por exemplo.

O café pode ajudar a aliviar a dor de cabeça? 

Como muitos sofrem de dor de cabeça, novas pesquisas sugerem que uma xícara de café pode aliviar os sintomas. Segundo a Abic, em um estudo recente, 301 pessoas que costumavam sofrer de dor de cabeça tomaram uma combinação de um analgésico conhecido e cafeína. Em um espaço de seis horas, 80% dos pacientes observados melhoraram significativamente, em contraste com 67% dos que só tomaram o analgésico.

A cafeína é frequentemente acrescentada aos medicamentos contra a dor porque melhora sua absorção e aumenta seu efeito analgésico. Muitos afirmam que a cafeína de uma xícara de café forte pode contribuir para o alívio de uma enxaqueca ou, até mesmo fazê-la passar, quando ingerida nos primeiros momentos da dor de cabeça.]

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com