Morte de 18 vacas após queda de postes, prejuízo de R$40 mil

Morte de 18 vacas após queda de postes, prejuízo de R$40 mil

PARTILHAR
Retroescavadeira foi usada para enterrar as vacas — Foto: Rosane Marques Fabrício/Arquivo Pessoal

Caso ocorreu em uma propriedade de Santo Antônio das Missões na madrugada de domingo (30). Prejuízo estimado por eles é de R$ 40 mil.

Um casal de produtores rurais de Santo Antônio das Missões, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, enterrou na manhã desta terça-feira (2) 18 vacas que, segundo eles, morreram atingidas por um fio de energia elétrica na madrugada de domingo (30), durante temporal na região.

Segundo a esposa, Rosane Marques Fabrício, o vento intenso derrubou postes na propriedade que fica no interior da cidade. “De manhã meu marido foi olhar as vacas e se deparou com o ocorrido. Dois postes de luz caíram e deu para perceber que estavam corroídos. E os animais, a maioria, estavam amontoados por cima do fio”, relata.

Casal de agricultores diz que animais estavam amontoados sobre um fio de energia elétrica.

Rosane e o marido também chamaram uma veterinária para ter uma avaliação profissional. A veterinária ainda não concluiu o laudo.

Vento intenso derrubou postes na propriedade — Foto: Rosane Marques Fabrício/arquivo pessoal

O prejuízo estimado pelos agricultores é de cerca de R$ 40 mil. Eles entraram em contato com a RGE Sul, concessionária que fornece energia na região. Segundo o casal, uma equipe foi ao local para tirar fotos e contar o número de animais mortos.

Por nota, a RGE Sul informou que atendeu a ocorrência e encaminhou à manutenção, solicitando a troca dos postes, o que não foi possível até então devido à dificuldade de acesso ao local. Disse ainda que a sequência de temporais nos últimos dias fez com que o volume de ocorrências e registros de falta de energia elétrica tenham aumentado muito em relação a dias normais.

Desde domingo, o casal está sem luz na propriedade. “Como havia acabado a água também, arrumamos um gerador emprestado”, diz Rosane.

Os animais foram enterrados com auxílio de uma retroescavadeira, e o trabalho durou cerca de três horas.

Raio mata bois em confinamento

Fonte: G1

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com