Negociações lentas e soja sobe apenas em Goiás

Negociações lentas e soja sobe apenas em Goiás

PARTILHAR
colheita de soja em goias
Foto: @pereirafrade

A Bolsa de Chicago fechou com leve alta, enquanto o dólar recuou. Esse cenário não estimulou mudanças nas valores negociados no país.

O mercado brasileiro de soja teve uma sexta-feira de preços pouco alterados. A calmaria foi marca da sexta-feira, 12, para a comercialização da oleaginosa no país. A Bolsa de Chicago fechou com leve alta e o dólar em leve queda, o que não estimulou mudanças nas bases.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou de R$ 163 para R$ 162. Na região das Missões, a cotação baixou de R$ 162 para R$ 161.  No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 166 para R$ 165.

Em Cascavel, no Paraná, o preço recuou de R$ 159,50 para R$ 159 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca se manteve em R$ 165.

Em Rondonópolis (MT), a saca se manteve em R$ 158. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 156 para R$ 155. Em Rio Verde (GO), a saca passou de R$ 151 para R$ 155.

Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a sexta-feira, 12, com preços mistos. Em sessão volátil, os contratos com entrega mais próxima foram sustentados pela menor disponibilidade de oferta da oleaginosa nos Estados Unidos. Pelo lado negativo, o feriado na China reduziu a demanda do país pelo produto norte-americano. A perspectiva de safra cheia na América do Sul também limitou o ímpeto comprador. Na semana, a posição março do grão subiu 0,38%.

Os contratos da soja em grão com entrega em março fecharam com alta de 4,50 centavos de dólar, ou 0,32% a US$ 13,72 por bushel. A posição maio teve cotação de US$ 13,71 por bushel, com ganho de 4,50 centavos ou 0,32%.

Nos subprodutos, a posição março do farelo caiu US$ 1,70 ou 0,39% a US$ 427,20 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em março fecharam a 46,04 centavos de dólar, alta de 0,41 centavo ou 0,89%.

Dólar

O dólar comercial encerrou a sessão com baixa de 0,22%, sendo negociado a R$ 5,3740 para venda e a R$ 5,3720 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,3550 e a máxima de R$ 5,4120. Na semana, a divisa acumulou baixa de 0,19% ante o real.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.