Nestlé tem receita de US$ 68,60 bilhões em nove meses

PARTILHAR
capa-leite-sem-hormonio-nestle
Foto Divulgação.

A receita bruta da companhia nos nove primeiros meses de 2021 avançou 2,2% na comparação com igual período do ano passado, chegando a 63,29 bilhões de francos suíços

A Nestlé informou nesta quarta-feira que a receita bruta da companhia nos nove primeiros meses de 2021 avançou 2,2% na comparação com igual período do ano passado, chegando a 63,29 bilhões de francos suíços (cerca de US$ 68,60 bilhões) ante 61,91 bilhões de francos suíços obtidos no mesmo período de 2020. Analistas consultados pela própria companhia esperavam vendas de 62,93 bilhões de francos suíços (US$ 68,42 bilhões).

No período, o crescimento orgânico da companhia foi de 7,6%, enquanto o crescimento interno real foi de 6%. O crescimento orgânico e real ficou acima das estimativas dos analistas, que esperavam alta de 6,6% e 5,2%, no período, respectivamente. Os preços aumentaram 1,6%, acelerando para 2,1% no terceiro trimestre, em razão da inflação nos preços de insumos.

Após a divulgação dos resultados financeiros, os papéis da companhia registravam alta de 2,8% na Swiss Exchange, da Suíça.

A empresa atribuiu o resultado à expansão contínua nas vendas no setor de varejo, que é beneficiado à medida que restrições sociais impostas pela pandemia são reduzidas, e também pelo aumento de preços dos produtos e ganhos de participação de mercado. As vendas da companhia foram influenciadas pela forte demanda por café, ou seja, por produtos das marcas Nescafé, Nespresso e Starbucks, o que impulsionou o seu crescimento orgânico, afirmou a empresa em comunicado para divulgação de resultados.

A empresa informou, ainda, que as vendas do negócio de alimentação para pets – Purina PetCare e as vendas de pratos preparados, alimentos vegetarianos, registraram um crescimento de dois dígitos. O segmento Health Science mostrou expansão no período, refletindo a forte demanda por vitaminas e suplementos, enquanto as vendas para nutrição infantil caíram em virtude das menores taxas de natalidade em todo o mundo e uma redução nas vendas para a China.

Para o acumulado do ano fiscal de 2021, a Nestlé projeta crescimento orgânico das vendas entre 6% e 7%, ante o guidance anterior de entre 5% e 6%.

A empresa manteve a perspectiva de margem de lucro operacional subjacente em torno de 17,5%, refletindo atrasos entre a inflação de custos de insumos e preços, enquanto os lucros subjacentes por ação em moeda constante e eficiência de capital devem aumentar durante o ano. A perspectiva de médio prazo para a contínua melhora da margem permanece inalterada.

Fonte: Estadão Conteúdo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.