Nota de esclarecimento sobre o caso da “vaca louca”

Nota de esclarecimento sobre o caso da “vaca louca”

PARTILHAR
bois em pasto engordando
Foto: Agrônomo Alan Moreira

O INDEA-MT se manifestou a respeito da possibilidade de um dos animais, ter contraído a doença conhecida popularmente como “Vaca louca” e por isso vem a público esclarecer os fatos.

NOTA DE ESCLARECIMENTO OFICIAL

“Em relação à suspeita de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), doença conhecida como “vaca louca”, em um bovino no Estado, o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso esclarece que:

Em uma análise de rotina que faz parte do sistema de vigilância nacional para EEB foi detectado, em teste de triagem um resultado suspeito para a doença. O INDEA/MT tomou todas as providências cabíveis enquanto aguarda o resultado final em laboratório de referência.

Ressaltamos que são realizadas ações rigorosas de fiscalização em estabelecimentos de criação de gado no estado, além de rotineiros testes nos alimentos fornecidos aos ruminantes, de modo a prevenir a ocorrência da doença. O produtor rural mato-grossense conhece as normas brasileiras e está comprometido com os métodos de prevenção em vigor.

O trabalho realizado pelo Serviço Veterinário Oficial e o comprometimento dos produtores rurais garante que não há qualquer possibilidade dessa ocorrência representar ameaça à qualidade da carne produzida em Mato Grosso, nem risco aos consumidores.”

A matéria veiculado por todas as mídias de comunicação, tiveram sua origem em uma matéria publicada pelo Jornal Folha de S. Paulo, com o título: Ministério da Agricultura investiga possível caso da doença “vaca louca” em MT.

Na matéria abaixo, você tem acesso a todas as informações que foram veiculadas até o momento.

Fonte: Agro Olhar

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com