Nova Courier, a inédita picape compacta; Imagens!

PARTILHAR
Projeção da Ford Courier. Foto: Kleber Silva / KDesign

Ford planeja inédita picape compacta e quer resgatar o nome Courier; Confira agora, as informações e a primeira projeção mundial!

A notícia caiu como uma bomba na semana passada. A Ford planeja voltar ao segmento de picapes compactas, onde atuou até 2013 com o modelo Courier. Numa entrevista ao site americano Muscle Cars and Trucks, Hau Thai-Tang, chefe de plataformas e diretor de operações da Ford nos EUA, comentou sobre a possibilidade de oferecer uma picape global inédita abaixo da recém-lançada Maverick.

O nome Courier chegou a ser considerado para a Maverick. Agora, a inédita picape Ford Courier ganha sua primeira projeção global.

A projeção foi feita pelo designer Kleber Silva, a pedido do Guia do Carro. O artista partiu da carroceria de uma Fiat Strada, por ter porte semelhante ao da futura picape da Ford. Além disso, como se trata de um modelo compacto, a novíssima Courier não teria elementos da Maverick, da Ranger e da F-150 – todas da Ford -, mas sim de veículos compactos da marca. “Utilizei elementos do novo Focus Active, do Ford Fiesta e do Ford Puma”, explicou Kleber Silva.

A inédita Ford Courier projetada pelo designer brasileiro tem cabine dupla, como a Strada. Ela teria um por menor do que se espera para a nova Chevrolet Montana, mas seguiria sendo concorrente direta da futura geração da Volkswagen Saveiro. Caso o projeto de uma inédita picape compacta da Ford se confirme, a empresa estaria retornando a um mercado que abandonou porque não apostou numa picape derivada do EcoSport, que era um projeto da Ford Brasil.

A Ford Courier projetada por Kleber Silva traz a grade frontal inspirada no Ford Fiesta, as lanternas traseiras do Ford Puma e a assinatura de led e faróis do Ford Focus Active. As lindas rodas são do novo Ford Fiesta. Para os fãs da marca, a picape projetada pelo designer é o início de um sonho.

Na entrevista ao Muscle Cars and Trucks, Hau Thai-Tang disse que a nova picape compacta seria a base do hatch Fiesta, ou até mesmo a modular MQB da Volkswagen, uma vez que as duas montadoras já são parceiras no desenvolvimento de modelos comerciais e elétricos. A utilização da plataforma da Volkswagen facilitaria a produção da picape em mercados onde a Ford não conta mais com fábricas, como a Índia ou o Brasil.

Se esta hipótese se confirmar, a Ford e a Volkswagen voltariam a ter, exclusivamente no segmento de picapes compactas, a mesma parceria que tiveram na Autolatina, quando compartilharam modelos como Ford Versailles e VW Santana, entre outros. Do ponto de vista industrial, faz todo sentido economizar no desenvolvimento da plataforma e mudar apenas as partes aparentes do veículo, para que cada marca tenha seu próprio design e seu público específico.

Projeção da Ford Courier
Foto: Kleber Silva / KDesign
Ford Courier: vendida de 1997 a 2013
Foto: Ford/Divulgação
Picape do primeiro EcoSport.
Foto: Notícias Automotivas / Reprodução
Picape do EcoSport: rejeitada por Detroit.
Foto: Jonathan Machado / Reprodução

Segundo Thai-Tang, uma inédita picape Ford Courier não seria para os Estados Unidos, mas “certamente em outros mercados, como América do Sul e África do Sul”, afirmou Hau Thai-Tang. Vale lembrar que, além do continente americano, o país sul-africano também é um forte mercado para picapes, e vai produzir as novas gerações da Ranger e Amarok.

Por enquanto, a única informação que existe sobre a inédita picape da Ford é a entrevista do executivo americano. Por isso, não existem informações sobre detalhes técnicos, capacidade de peso, motorização, data de lançamento ou preço. Porém, à medida em que forem surgindo informações, informaremos nossos leitores sobre as possibilidades.

A motorização, por exemplo, pode mudar se a Ford decidir caminhar sozinha ou em parceria com a Volkswagen. Nesse caso, a futura Ford Courier (ou outro nome que a marca venha a adotar) seria uma irmã da nova VW Saveiro.

Com informações do Guia do Carro

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com