Novembro revelará novidades?

Novembro revelará novidades?

PARTILHAR
Nelore CEN / Foto: José Peres

Preço do boi gordo fecha mês de outubro/20 cotado a R$ 278,40/@, e expectativa cresce para novembro/20. Confira o que diz a Agrifatto!

Outubro encerrou com mais avanços no mercado atacadista de carne bovina, devida a pouca disponibilidade de produtos, a carcaça casada encerrou o mês cotada a R$ 17,80/kg, avanço de 2,89% na comparação semanal e 9,88% ante o mês o anterior. Além disso, relatos apontam que cortes de primeira, principalmente os da roda, estão em falta no atacado, o que pode elevar ainda mais as indicações destes produtos. A entrada de novembro pode trazer mais avanços com a chegada dos salários e auxílio emergencial. 

E, na B3, o contrato de outubro fechou em R$ 273,60/@, com avanço diário de 0,31% e alta de 7,16% ante o fechamento de setembro, quando foi cotado a R$ 255,32/@. Já o novembro, encerrou a sexta-feira em R$ 285,05/@, alta de 0,23% ante a véspera. Já o indicador Cepea/Esalq finalizou o mês em R$ 278,40/@, alta de 8,45% ante setembro.

Milho

Sexta-feira de calmaria e pouquíssimos negócios realizados no mercado de milho brasileiro. Com os compradores forçando a barra de compra para baixo, acompanhando a B3, os vendedores optaram por não realizar novas vendas, o que manteve o preço do cereal na casa dos R$ 82,50/sc em São Paulo. Na B3, o vencimento para novembro/20 fechou a semana com queda de 2,37%, ficando cotado a R$ 79,63/sc, consolidando a terceira desvalorização consecutiva do milho na bolsa brasileira.

Assim como na soja, a incerteza eleitoral determinou a estabilidade das cotações do milho na CBOT. O contrato para dezembro/20 fechou o dia sem variações, cotado a US$ 3,99/bu. Enquanto o resultado das eleições não saírem muita especulação deve rolar no mercado de milho dos EUA.

Soja

Em dia de movimentação oposta entre dólar e CBOT, o preço da soja no Brasil acabou com leve desvalorização, voltando ao patamar dos R$ 164,00/sc nos portos brasileiros. Apesar da queda do grão, o farelo de soja continua procurado e em franca valorização, a cotação desse no estado de São Paulo já chega aos R$ 2.600/t.

Além disso, o Imea divulgou na sexta-feira um avanço de 29,03 p.p. na semeadura de soja no Mato Grosso, chegando assim a um total de 53,90% da área total já semeada, o atraso frente a média dos últimos cinco anos está em cerca de 14 p.p.

Nos EUA, o contrato para novembro/20 na CBOT fechou a semana com leve alta de 0,45%, ficando cotado a US$ 10,56/bu. O mercado de commodities está ainda muito receoso com as eleições norte-americanas, a depender do vencedor das disputas eleitorais nos EUA as relações comerciais com os chineses (principais compradores de soja norte-americana) podem se alterar muito.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.