Nutrição adequada eleva taxa de prenhez

Nutrição adequada eleva taxa de prenhez

PARTILHAR
Foto: Fazenda Santa Nice

Oferta de forragem e suplementação nutricional planejadas colocam bovinos acima de 80% da taxa de prenhez. Confira as dicas abaixo!

estação de monta é um dos momentos mais esperados pelos produtores e um dos momentos para o qual o planejamento é imprescindível. Afinal, o cuidado com a nutrição dos animais precisa ser muito maior. Quando falamos em monta, precisamos lembrar que para que o bezerro seja gerado, necessitamos ter uma vaca com potencial para emprenhar.

Para que haja uma taxa de prenhez eficiente e alta, é necessário que o produtor se organize antecipadamente, ao longo das fases reprodutivas das vacas e nas épocas de seca.

“A taxa de prenhez está ligada a diversos aspectos nutricionais, reprodutivos e sanitários, mas principalmente do escore corporal das fêmeas. Se o escore estiver acima de 4.0 ou abaixo de 3.0, isso poderá implicar em redução nas taxas relacionadas a eficiência reprodutiva. O rebanho precisa ter uma oferta alimentar rica, mas tomando cuidado para não exceder também”,alerta Rômulo Batistela, Consultor regional da Cargill Nutrição Animal.

Uma vaca pronta para emprenhar é aquela que obteve oferta de forragem, suplementação e pasto rico em nutrientes. Quando isso não ocorre, a taxa de prenhez pode cair para abaixo de 60%, já que a condição corporal da fêmea é determinante para bons índices reprodutivos, como discutido acima.

Outra importante variável que deve ter a atenção do produtor é a categoria reprodutiva das fêmeas na fazenda. Qual porcentagem do rebanho é composta de primíparas, aquelas que estão com seu primeiro bezerro no pé, quantas estão com sua segunda cria no pé e por fim, quantas são multíparas?

“Normalmente as novilhas que estão com seus primeiros bezerros precisam de muito mais cuidado do ponto vista nutricional, já que sua demanda energética é maior, afinal o animal ainda está em crescimento. Realizamos um estudo e conseguimos definir algumas combinações que poderiam entregar eficiência para o produtor com melhora nos índices reprodutivos, independentemente se a vaca está em sua primeira ou terceira cria”, conta Rômulo.

Após vencer desafios de preparo de rebanho na época das secas, mantendo os animais bem nutridos com pasto rico em nutrientes e mineralização correta, o próximo desafio é ajustar isso tudo para que as taxas fiquem acima de 80%.

“Em casos onde a fazenda tenha 74% de taxa de prenhez, por exemplo, com a suplementação e aditivo corretos podemos melhorar os índices em até 7 pontos percentuais com a adição de Probeef Reprodução”, explica Rômulo.

Probeef Reprodução é um suplemento que auxilia no melhor aproveitamento dos nutrientes durante o período reprodutivo das vacas. Dessa forma, ele permite também que a prenhez aconteça no início do período da estação de monta, para aqueles produtores que não precisem melhorar a taxa de prenhez.

Dessa forma, para casos de 75 a 82% de taxa de prenhez, a possibilidade de aumento é de 4 a 7 pontos percentuais e, para casos de 82 a 85%, pode-se melhorar até 2% pontos percentuais, além de oferecer a oportunidade de prenhez antecipada, levando a geração de um “bezerro do cedo”.

Bezerro do cedo é o animal que é concebido ainda no início da estação de monta. Tanto dados de pesquisa quanto constatação prática vêm provando que este bezerro poderá ser um garrote mais pesado, antecipando também a desmama e chegando à terminação com maior potencial de se tornar um boi mais pesado.

“Se uma vaca emprenhar mais cedo, ela pode consumir o melhor do pasto, que é aquele que pega ainda a estação de águas e, portanto, é mais rico em termos de nutrientes. E se a fêmea foi melhor nutrida, ela terá bezerros com mais fibras musculares”, conclui Rômulo.  Portanto, uma fêmea bem nutrida é sinal de maior taxa de prenhez na fazenda e de maior proporção de bezerros do cedo, resultando em aumento de retorno para o pecuarista.

Fonte: Nutron


Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com