O que é mais importante: produção ou lucro?

O que é mais importante: produção ou lucro?

PARTILHAR
confinamento-monte-alegre-bois-olhando
Foto: Reprodução / Confinamento Monte Alegre

Deixe-me fazer uma pergunta: “o que é mais importante: níveis de produção ou lucro?”. Vamos tentar entender a lógica dessa pergunta.

Aposto que a maioria das pessoas usaria seu raciocínio lógico para dizer que o lucro é mais importante. Portanto, minha próxima pergunta é: por que a maioria das decisões tomadas na agricultura coloca a produção em primeiro lugar?

Eu culpo o ego. Ego combinado com falta de conhecimento (leia artigo relacionado: Seu ego está tornando você não lucrativo?)

Uma faceta do ego define sucesso como “ser/ter o maior ou o melhor”. A maioria das pessoas tem um elemento de competitividade em sua natureza (algumas mais do que outras).

Dada essa natureza competitiva, temos um desejo consciente e inconsciente de sermos melhores que nossos colegas. A menos que você esteja em um ambiente de confiança, não falamos em lucratividade.



Por quê? Há algumas razões. Um – é considerado “socialmente inadequado” discutir isso abertamente; ou dois – nós realmente não sabemos qual é o nosso lucro, então falamos em produtividade! Isso é muito mais aceito de forma sociável e o que não sabemos é feito de qualquer maneira.

Mas…

  • Quem tem o maior rendimento?
  • Qual foi a sua taxa de marcação (a maioria mente sobre números no agro!)
  • Qual era o peso dos seus bezerros desmamados?
  • Qual era o peso dos seus cordeiros?
  • Qual era o tamanho dos seus bois?

Uma consequência disso é que, inadvertidamente, acreditamos que quanto maior a produtividade que alcançamos, mais lucrativos seremos. E… melhores serão nossas chances de nos gabar!

Acreditamos que quanto maior a produtividade que alcançamos, mais lucrativos seremos

Infelizmente, a alta produtividade não equivale automaticamente a uma maior lucratividade. Nosso nível de produtividade é definitivamente um impulsionador do lucro, no entanto, não é o único.

O lucro é uma função da diferença entre o preço recebido e seu custo de produção. Você tem muito pouca influência no preço recebido. O custo de produção é uma medida da relação entre o quanto você produz e o custo para produzi-lo.

Eu reforçarei esse ponto para você: o lucro não é determinado por rendimentos ou taxas de crescimento, é determinado por quanto você produziu, o que custou a você produzir e o que você recebeu por isso.

Por exemplo, acabei de colocar esses números no Modelo de Negociação de Gado da RCS para refletir sobre uma pergunta comum que está sendo feita por produtores de gado no momento.

Tenho uma bezerra de 380 kg, recém desmamada. Ela vale A $ 1,80 (R$ 4,96) por kg, na melhor das hipóteses, para vender no mercado aberto = A$ 684 (R$ 1.887,08) por cabeça. Minha planilha de orçamento está me dizendo que preciso reduzir minha taxa de lotação para que passe pelo período de não crescimento do pasto sem afetar a saúde da terra. Então, e se eu a colocasse em um confinamento para um trabalho de 100 dias e a vendesse para abate? Estimo que a vaca valeria A$ 1.100 (R$ 3.034,77) por cabeça após 100 dias no confinamento.

Saio ganhando, certo? Errado.

Sim, adicionamos um valor extra de A$ 416 (R$ 1.147,70) por cabeça (um aumento bastante saudável no valor de 61%). No entanto, depois de analisar os custos associados a esse ganho, poderíamos estar perdendo A$ 323 (R$ 891,12) por cabeça. Temos o frete para entrada e saída do confinamento, os custos de veterinário e medicamentos na indução, algumas mortes e, atualmente, um enorme custo de ração (assumi A $ 430 (R$ 1.186,32) / t). Os custos diretos somariam A $ 727 (R$ 2.005,71) por cabeça.

Demorei mais para escrever isso, então, normalmente, eu levo esses números em uma planilha para o cliente. Uma imagem deste exemplo pode ser vista abaixo. Você só precisa entrar nas áreas amarelas.

O custo de produção neste exemplo é de A$ 6,33 (R$ 17,46) / kg! ou seja, custará A $ 6,33 para produzir um quilo de carne bovina (peso vivo).

O preço de “compra” breakeven (sem perdas nem ganhos) é de A $ 0,95 / kg (você está comprando por conta própria). Então, se você só pode receber A $ 0,95 (R$ 2,62) / kg no mercado aberto, então você pode não perder dinheiro. Se você pudesse obter apenas A$ 0,80 (R$ 2,20) / kg, então você poderia fazer uma margem bruta de A$ 62 (R$ 171) por cabeça – então valeria a pena.

Production-or-Profit-cattle-trading-model
Planilha usada no artigo como exemplo.

Lembre-se, isso não é sobre números, nem sobre gado. Trata-se de garantir que você seja lucrativo. Não use essas suposições – calcule os números da sua situação.

É importante ressaltar que não estou dizendo que os confinamentos são ou não são lucrativos, estou incentivando você a calcular a margem bruta em suas próprias empresas. Veja como os animais o farão ganhar dinheiro e pagar mais por seus pasto disponível (é um bem precioso). Mesmo que você esteja liberando a capacidade de carga na sua propriedade, não faz sentido perder os animais que você envia!

Independentemente das empresas que você está executando, gastar R $ 20 para receber uma renda extra de R $ 10 não funciona. Por favor, lembre-se que a produção é apenas um fator de lucro. O lucro é uma função de:

  • Quanto você produz vezes o que recebe, comparado com quanto custa você produzir isso;

Calcule e conheça seu custo de produção e rentabilidade.

Fonte: Artigo de David McLean, presidente da RCS, para o site https://www.rcsaustralia.com.au.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com