ONU tenta garantir a exportação de grãos a partir de portos ucranianos

PARTILHAR
O Porto de Paranaguá vai movimentar nesta semana a maior quantidade de grãos para exportação da história. O navio chinês Lan Hua Hai chega nesta segunda-feira (27) no porto paranaense e vai receber 90 mil toneladas de farelo de soja – o equivalente a cerca de 2,5 mil carretas carregadas. A previsão é que a operação dure quatro dias. - Paranaguá, 28/05/2019 - Foto: José Fernando Ogura/ANPr

Zelenskiy disse que a Ucrânia estava trabalhando “diretamente” com o secretário-geral da ONU, António Guterres, sobre o assunto

A Ucrânia está mantendo conversações com a Turquia e a Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir a exportação de grãos a partir de portos ucranianos, disse nesta segunda-feira o presidente Volodymyr Zelenskiy.

“Na verdade, estão acontecendo conversações agora com a Turquia e a ONU (e) nossos representantes que são responsáveis pela segurança dos grãos que saem de nossos portos”, disse Zelenskiy em entrevista coletiva ao lado da primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson.

“É muito importante que alguém garanta a segurança dos navios para este ou aquele país, com exceção da Rússia, na qual não confiamos. Portanto, precisamos de segurança para aqueles navios que virão para cá para carregar alimentos”.

Zelenskiy disse que a Ucrânia estava trabalhando “diretamente” com o secretário-geral da ONU, António Guterres, sobre o assunto e que a organização estava “desempenhando um papel de liderança, não como moderadora”.

Reportagens têm sugerido nas últimas semanas que tais conversações seriam realizadas em breve na Turquia.

A Ucrânia, um dos principais exportadores mundiais de grãos, acusa a Rússia de bloquear o movimento de seus navios, e Zelenskiy disse que 22 milhões de toneladas de grãos estavam paradas no momento, com uma nova safra de cerca de 60 milhões de toneladas prevista ainda para este ano.

A Rússia nega estar bloqueando qualquer embarque de grãos e diz que a Ucrânia é culpada pela falta de movimento em seus portos.

A Ucrânia também acusou a Rússia de roubar grãos de seus armazéns e retirá-los do país — seja para áreas ocupadas pela Rússia, para a própria Rússia ou para outros países.

Uma autoridade turca disse nesta segunda-feira que a Turquia havia parado um navio de carga de bandeira russa ao largo de sua costa do Mar Negro e estava investigando uma reivindicação ucraniana de que estava transportando grãos roubados.

Fonte: Reuters

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com