Operação de compra deverá abastecer estoques públicos de milho em grãos

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O preço para a negociação será ofertado em nível decrescente, tendo como referência o valor máximo de aceitação, definido pela Conab.

No dia 10 de agosto, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará um leilão eletrônico para a compra de 7.350 toneladas de milho em grãos, ensacado, safra 2021/2022, que deverá abastecer os estoques governamentais de milho. O produto deverá ser entregue nos municípios de Irecê (200t), Itaberaba (400t) e Ribeira do Pombal (150t), na Bahia; Cachoeiro de Itapemirim (400t) e Colatina (1.200t), no Espírito Santo; Imperatriz (300t) e São Luís (500t) no Maranhão; João Pessoa (700t) na Paraíba; Arcoverde (500t) em Pernambuco; Parnaíba (600t), Floriano (600t) e Teresina (1.500t) no Piauí; e Itabaiana (300t) em Sergipe.

O preço para a negociação será ofertado em nível decrescente, tendo como referência o valor máximo de aceitação, definido pela Conab e divulgado com antecedência de no mínimo dois dias úteis anteriores à data de realização do leilão.

Podem participar do leilão: produtores rurais, cooperativas e comerciantes, desde que cadastrados na Bolsa de Mercadorias ondeal pretendam realizar a operação. Além disso, é necessário estar em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf) e registrados, na data da realização do leilão, no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais da Conab (Sican), além de outras exigências previstas. O edital completo do Aviso de Compra Pública nº 038-2022 está disponível no Portal da Conab.

Fonte: Conab

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com