Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Operação desativa fábrica clandestina de ração animal no Paraná

A fábrica estava produzindo suplementos minerais para bovinos e outras espécies, apresentando o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) falsificado; confira

Nesta quarta-feira (31), uma ação coordenada entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Polícia Federal (PF) resultou na desativação de uma fábrica clandestina de ração animal em Arapongas, no Paraná, durante a 56ª Operação Ronda Agro do Programa Vigifronteira.

A fábrica estava produzindo suplementos minerais para bovinos e outras espécies, apresentando o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) falsificado. Além disso, a investigação revelou a presença de substâncias proibidas, como defensivos agrícolas e medicamentos veterinários, sendo utilizados na composição da ração.

A operação resultou na apreensão de produtos, retenção de amostras e causou um prejuízo estimado em R$ 52 mil aos infratores. Caso as suspeitas de uso de substâncias proibidas se confirmem, os responsáveis poderão ser indiciados pelos crimes de falsificação de produtos destinados à alimentação animal e falsificação de selo público.

O Mapa alerta para os riscos associados ao consumo de produtos irregulares na alimentação dos animais, destacando impactos na saúde do rebanho e também na saúde humana. Além disso, ressalta que as ações de fiscalização visam coibir práticas de concorrência desleal em relação às empresas que cumprem a legislação vigente.

Os produtores rurais são orientados a adquirir rações somente de estabelecimentos devidamente registrados no Mapa, sendo necessário verificar se o número de registro está impresso na embalagem e rotulagem do produto. Em caso de dúvidas ou para realizar denúncias, o canal Fala.BR está disponível. Para verificar a autenticidade do número de registro do estabelecimento, é possível acessar por esse link disponibilizado pelo Ministério da Agricultura.

Escrito por Compre Rural.

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM