Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Os 9 piores cortes de carne para churrasco, segundo especialistas

Quando se trata de cortes de carnes, os cortes mais populares de forma geral são contrafilé, costela, ancho, prime rib, assim como a condecorada picanha. Descubra quais são os piores cortes de carne bovina para churrasco e por que evitá-los. Entenda mais sobre aqui.

Se tem um prato que tem o poder de unir a galera, o nome dele é churrasco. Muito mais do que o simples ato de comer, o churrasco é a representação da amizade em forma de gastronomia. Para muitos tem sabor de infância, para outros, gosto de aniversário, futebol, bate-papo. Porém, em um país com um território tão extenso quanto o nosso, o churrasco ganha um toque especial em cada região. Vem com a gente descobrir os 9 piores cortes de carne para churrasco, segundo quem entende do assunto.

Na busca pela melhor experiência de churrasco, é essencial saber escolher os cortes certos de carne. Acredite, nem todos são ideais para a grelha. Especialistas no assunto, os açougueiros, revelam uma verdade crucial: certos cortes são definitivamente “furadas”. Evitar essas opções é garantia de um churrasco mais saboroso e aplausos da galera reunida.

1. Piores cortes de carne bovina para churrasco: músculo da paleta

vladimir mironov / Canva Pro

Esse corte é um dos mais duros e menos saborosos da carne bovina. Ele fica na parte superior do peito do animal e possuem muitos nervos e fibras. É mais indicado para cozidos e ensopados, que amaciam a carne e realçam o sabor

2. Músculo (ossobuco)

bonchan / Getty Images

Já esse corte é fibroso e tem massas musculares sobrepostas, o que torna a carne menos suculenta e mais difícil de assar uniformemente. É mais indicado para cozidos e ensopados, que permitem que as fibras se desfaçam e a carne fique mais macia.

3. Peito bovino

Enquanto isso, o peito bovino é uma parte do boi mais dura e trabalhosa de grelhar. Afinal, ele tem muita gordura e precisa de um tempo longo de cozimento para ficar macio. É mais adequado para preparações de cozimento lento, como assados no forno ou defumados.

4. Lagarto

Galembeck from Getty Images

Originário da parte traseira do boi, esse corte é menos macio do que outros cortes dessa região. Ele tem pouca gordura e pode ficar seco quando grelhado. É mais adequado para rosbife ou carne de panela.

5. Coxão duro

Galembeck / Getty Images

Esse corte é mais duro e difícil de trabalhar na grelha. Ele tem muitos nervos e fibras e precisa de um tempo longo de cozimento para ficar macio. É mais indicado para pratos cozidos, como picadinho ou carne assada.

6. Patinho

Reprodução / Oba Hortifruti

Considerado mais seco e com pouca gordura, o Patinho não favorece o seu desempenho na churrasqueira. Ele pode ficar duro e sem gosto quando grelhado. É mais recomendado para bifes ou ensopados.

7. Pescoço

Também fibroso, o pescoço demora para assar e acaba não sendo uma boa opção para churrasco. Isso porque ele tem muitos nervos e fibras e precisa de um tempo longo de cozimento para ficar macio. É melhor utilizado em preparações de cozimento lento, como guisados ou ensopados.

8. Capa de filé

stockfotocz / Getty Images

Um corte com textura desigual, nervos e uma camada espessa de gordura. A capa de filé pode ficar duro e pegar fogo na churrasqueira. É mais adequado para pratos de cozimento lento com molhos.

9. Ponta de agulha (costela de minga)

bhofack2 / Getty Images

Por fim, a ponta da agulha é um corte que possui muito colágeno, o que faz com que a carne fique dura e difícil de preparar na grelha. Ele precisa de um tempo longo de cozimento para ficar macio. Não é uma boa opção para churrasco.

Fonte: Velvet Agência

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM