Pecuária de números mostra potencial a campo

Pecuária de números mostra potencial a campo

PARTILHAR
diferenca de bezerras com touros diferentes
Foto: David Giraldo Arana

Imagem de animais nascidos no mesmo dia e com mesmo cenário mostra potencial do melhoramento genético em rebanhos comerciais.

Miranda, MS – David ficou surpreso com a repercussão da sua foto publicada em uma rede social, o colombiano trabalha com o melhoramento genético em rebanho comercial na Fazenda Santa Cruz em Miranda, Mato Grosso do Sul. Formado em Medicina Veterinária e Zootecnia na Colombia está no Brasil há sete anos, ressalta que o Brasil tem um potencial gigantesco comparado ao resto do mundo, mas que o brasileiro precisa deixar um pouco a paixão de lado e enxergar a pecuária com o bolso.

Na foto ele mostra dois bezerros, frutos de desmama, que nasceram no mesmo dia, estavam no mesmo lote de manejo e que na balança tiveram uma diferença de 40kg. A fazenda trabalha com inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e faz cruzamento industrial, mas David conta que iniciou um projeto de reposição de fêmeas no rebanho e que já tinha no estoque sêmen de touros Nelore PO, mas que também adquiriu de touros CEIP, pois já trabalhava com a ferramenta há mais de cinco anos. “Eu escolhi os touros que queria usar em função do biotipo da vacada do rebanho, mas meu diretor não queria perder o sêmen que já tinha. No final decidimos fazer um teste, usamos 50 doses de Nelore PO e o restante foi Nelore CEIP” comenta David.

“A questão é que o pecuarista precisa avaliar que genética ele está trazendo para o seu rebanho, uma chancela não é uma garantia real de qualidade, isso só é obtido com trabalho criterioso” finaliza David.

O poder do melhoramento genético, quando uma imagem fala por mil palavras

diferenca de bezerras com touros diferentes
Foto: David Giraldo Arana

Cenário completo da foto

  • Bezerros nascidos no mesmo dia (3/09/18);
  • Vacada comercial pantaneira, com histórico de peso ao desmame semelhante;
  • Mesmo grupo de manejo desde a maternidade até desmama;
  • A esquerda, filho de touro CEIP, com DEPs destaque na desmama;
  • A direita, filho de touro com registro de pedigree, e chancela de características raciais;
  • 40kg de carcaça de bezerro de diferença.

Nelore CEIP

A diferença no peso dos animais coincide com números apresentados pelo médico veterinário Cesar Franzon, presidente do Conceip. Em entrevista ele assegura que por R$ 40 reais por vaca ao ano, o criador que decide integrar o CEIP – Certificado Especial de Identificação e Produção – tem uma série de incrementos na produtividade, entre eles, uma média de 40 kg a mais no bezerro desmamado e 100 kg a mais no sobreano quando os números são confrontados com a média nacional.

“Muitos produtores investindo em gestão, em infraestrutura, estão buscando cada vez mais se tecnificar para produzir mais na área que têm. E eles acabaram chegando em um fator limitante, que é a genética. Então com essa carência da genética, muitos deles foram buscar uma melhoria em programas de melhoramento genético”, apontou Franzon.

Nelore PO vs Nelore CEIP

Essa não é uma discussão entre Nelore PO e Nelore CEIP, as duas formas de avaliação tem seus prós e contras, na verdade o que precisamos buscar é o equilíbrio e acima de tudo a lucratividade da atividade pecuária, não há mais tempo para romantismo e achismo. Um dos mais renomados agrônomos do Brasil, Fernando Penteado Cardoso, já dizia – “O Brasil é um país em que as pessoas acham muito, observam pouco e não medem praticamente nada”.

Nem tudo é terra arrasada! Recentemente fizemos uma matéria falando sobre a importância de selecionar Nelore com precocidade sexual, as precocinhas são um grande avanço zootécnico que dezenas de pecuaristas apostaram e vêm tendo resultados fantásticos.

Olhando para todos esses números é possível afirmar que a raça Nelore é incrível, e que nossa pecuária tem um potencial gigantesco, só precisamos explorar melhor e ficar de olho nos números, é compromisso de cada um que está inserido no setor.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.