Pecuarista deixa 14 cab de gado morrer de fome, triste!

Pecuarista deixa 14 cab de gado morrer de fome, triste!

PARTILHAR

Uma grande tristeza, um verdadeiro descaso com a vida animal; Um pecuarista deixou 14 cabeças de gado morrer de fome na sua fazenda!

Um fazendeiro, de 64 anos, foi multado em R$ 8 mil por deixar 14 cabeças de gado morrerem de fome em sua fazenda, na zona rural de Chapadão do Sul, cidade que fica a 321 quilômetros de Campo Grande. Infelizmente, esse não é o primeiro caso que acontece. Confira abaixo a barbaridade, imagens são fortes!

Os policiais militares ambientais da cidade vizinha, Costa Rica, estiveram na propriedade neste domingo (24) após receberem denúncias de possíveis maus-tratos a animais, que estariam sem pastagem para se alimentar.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), foram recebidas denúncias de maus-tratos a animais, em virtude de abandono de gado sem pastagem, em uma fazenda no município de Chapadão do Sul. Ao chegar ao local, no dia 24, foram encontrados carcaças e outros animais em estado debilitado.

Fiscais da Iagro (Agência Sanitária Animal e Vegetal) também acompanharam os policiais e constataram a situação. A equipe verificou que a pastagem estava totalmente degradada, com gramínea muito baixa e rala, sem que o gado conseguisse se alimentar.

Dois animais estavam tão debilitadas que não conseguiam, sequer se levantar. Neste domingo, o proprietário já estava providenciando feno para os animais, mas já não seria suficiente para salvar os animais.

A pastagem onde os animais ficavam estavam completamente degradadas .

Ao todo foram encontradas 14 carcaças de cabeças de gado na fazenda. A Polícia Militar Ambiental apreendeu o gado e deixou sob cuidados da Iagro (Agência Sanitária Animal e Vegetal) para as providências. Já o produtor rural foi multado em R$ 8 mil por maus tratos aos animais, crime que prevê pena de três meses a um ano de prisão.

Em outro caso, foram 350 animais abandonados em Goiás

O Ministério Público de Goiás e a Polícia Civil investigam um caso de maus-tratos contra animais que estaria ocorrendo em uma propriedade rural do município de São Luiz do Norte, no interior de Goiás. Em dezembro do ano passado, policiais militares descobriram centenas de bovinos na fazenda em grave situação de negligência e abandono.

Os animais estavam raquíticos e vários já haviam morrido. De acordo um funcionário da fazenda, o dono teria ido embora há cerca de um ano sem providenciar comida para o gado desde então. Confira o vídeo abaixo e as imagens!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com