Pesquisadores estão ‘plantando’ carne

PARTILHAR
Foto: Divulgação

A “carne” cultivada em laboratório possui vantagens que poderiam ajudar a alimentar uma parcela maior da população.

Sementes de plantas de cevada geneticamente modificadas estão sendo usadas em um processo que cria carne cultivada em laboratório. A pesquisa está sendo realizada na Islândia com mais de 100 mil plantas.  

Uma proteína nas sementes, chamada de fator de crescimento, é colhida, moída e purificada antes de ser usada. Embora os primeiros fatores de crescimento tenham vindo de animais, espera-se que esse método de planta de cevada seja mais barato e escalonável e dependa cada vez menos de animais vivos.

Se os cientistas conseguirem produzir em larga escala, a carne cultivada em laboratório possui vantagens que poderiam ajudar a alimentar uma parcela maior da população.

“A população está aumentando e temos que alimentar todas as pessoas. Para isso não temos que matar todos esses animais, só temos que tirar a célula-tronco deles”, comenta Arna Runarsdottir, diretora de tecnologia de proteínas da ORF Genetics, em entrevista à rede britânica BBC.

Fonte: Istoé Dinheiro

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com