PIB da agropecuária deve subir 2,4% em 2022, projeta CNA

PARTILHAR
Colheita de soja em experimento de iLPF voltado para pecuária de corte na Embrapa Agrossilvipastoril - Gabriel Rezende Faria
Foto: Gabriel Rezende Faria

Setor fechará o ano com crescimento de 1,8% frente a 2020, nas contas da confederação; queda de 8% do PIB do agronegócio foi registrada no terceiro trimestre de 2021

A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) projeta que o Produto Interno Bruto da agropecuária subirá 2,4% no próximo ano na comparação com 2021, informação foi veículada por Douglas Rodrigues do Poder360. Para este ano, o setor deve subir 1,8% nas contas da entidade.

O segmento é responsável por 4,9% de tudo produzido pela economia brasileira em 1 ano e vem tendo crescimento acima da média dos outros setores, como indústria e serviços.

A projeção foi divulgada em balanço à imprensa nesta 4ª feira (8.dez.2021).

Para a confederação, o agronegócio vai subir mais ainda: de 3% a 5% em 2022 frente ao ano anterior. Em 2021, a alta na mesma base de comparação deve ser de 9,2%.

De janeiro a novembro deste ano, o agro movimentou US$ 110,7 (R$ 620 bilhões) em exportações –alta de 9,9% frente ao mesmo período do ano passado.

Entre os desafios do segmento, estão o encarecimento de custos. Fertilizantes para soja e milho, por exemplo, chegaram a subir até 100% ao longo do ano.

A previsão para 2022 é uma safra de grãos recorde: 289 milhões de toneladas. São 14% a mais que a safra deste ano. O clima deve favorecer na produção.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com