Plantas mais venenosas para os cavalos

Plantas mais venenosas para os cavalos

PARTILHAR
cavalo comendo grama
Foto: Divulgação

Deixar o cavalo no pasto é sempre mais benéfico para o animal, mas existem vilões que podem acabar prejudicando e causando prejuízo a saúde do animal.

Uma simples pastagem de equinos pode, em certos casos, se tornar um pesadelo para o animal e seu proprietário. É que as plantas venenosas são uma realidade cada vez mais evidente, em meio às comestíveis, podendo causar uma intoxicação e até problemas gastrointestinais, como cólicas.

Portanto, vale à pena conhecer algumas dessas plantas venenosas para que seja possível eliminá-las das pastagens.

Veja a seguir:

Lantana: conhecida também como margaridinha ou chumbinho, está presente em vários estados do Brasil. É uma planta que se desenvolve rapidamente nas pastagens.

Conium Maculatum: popularmente conhecida como cicuta, é outra espécie possuidora de veneno.

Pteridium aquilinum: é uma planta ramificada, por isso ganha o nome também de samambaia. Muitas vezes os animais ingerem essa planta em meio ao feno, isso por descuido de muitos criadores, o que merece atenção maior.

Cogumelo Ramaria Flavobrunnescens: encontrado principalmente na região sul e sudeste, principalmente próximos aos eucaliptos.

Cipó-preto: predominante na região sudeste. Essa planta apresenta resistência em épocas de seca, permanecendo verde nos pastos, assim atraindo a atenção dos animais.

Estes são apenas alguns poucos exemplos de plantas que podem prejudicar os animais, podendo causar intoxicações leves, mas também muito graves.

Fonte: Scarparella

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com