Pododermatite no rebanho: prevenção e aumento do lucro

Pododermatite no rebanho: prevenção e aumento do lucro

PARTILHAR
Foto Divulgação

A doença acomete os cascos dos bovinos e pode levar à morte do animal

A pododermatite é uma das principais doenças que acometem bovinos leiteiros. Ela consiste em uma lesão infecciosa nos cascos dos animais e em sua maioria ocorre devido à exposição do animal a superfícies irregulares, com pedras, pastos secos, ambientes úmidos e com más condições de higiene.

Além do desconforto causado no animal, que sente dores e apresenta febre, a doença acarreta em prejuízos elevados aos produtores. Dentre os sintomas, observa-se diminuição da produção de leite, perda de peso, comprometimento da fertilidade e aumento na taxa de descarte.

Por essa razão, o produtor deve ficar atento às diferentes áreas de manejo da fazenda, para prevenir e detectar o problema o mais cedo possível. Veja as dicas de Andressa Ranieri, coordenadora técnica de bovinos de leite da Zoetis, líder mundial em saúde animal, para prevenir esta doença:

  • Evite pisos muito duros. Enquanto a superfície de terra absorve o impacto da locomoção, o concreto transmite o impacto de volta ao casco, o que pode contribuir para as lesões;
  • Se possível, permita acesso diário a pisos de terra bem drenados e sem detritos. Isto vale tanto para vacas confinadas quanto para as criadas a pasto;
  • Evite que as vacas tenham que ficar em pé em pisos de concreto por longos períodos, como em salas de espera e ordenha;
  • Verifique a taxa de conforto dos barracões. A proporção de vacas deitadas é um bom indicativo de conforto tanto para sistema de confinamento quanto para criações a pasto.
  • Faça o casqueamento e pedilúvio desde cedo em animais ainda jovens;
  • Promova uma nutrição que contemple zinco, cálcio, fibras e vitaminas E e D.

O quadro de pododermatite pode se agravar rapidamente, por isso é fundamental iniciar o tratamento o quanto antes. A solução se dá por meio de antibiótico sistêmico com longo período de ação, uma vez que a cura bacteriológica só ocorre com o tratamento prolongado, e de solução tópica no casco.

O quadro de pododermatite pode se agravar rapidamente, por isso é fundamental iniciar o tratamento o quanto antes.

Andressa ressalta que o medicamento deve garantir a rápida recuperação do animal, como o Excede, da Zoetis, que age por sete dias seguidos com uma única aplicação e não possui períodos de carência e nem necessidade de descarte de leite.

“Doses únicas proporcionam menos manejo, o que significa maior bem-estar para os animais, garantia do tratamento completo e mais rentabilidade para o negócio”, explica a coordenadora técnica de bovinos de leite da Zoetis.

Podologia Bovina: Entenda os problemas de cascos

Sobre a Zoetis

Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com cerca de 9 mil funcionários. Em 2017, obteve faturamento de US$ 5,3 bilhões de dólares. Para mais informações, acesse www.zoetis.com.br.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com