Preço da reposição dispara em todo país!

Preço da reposição dispara em todo país!

PARTILHAR
@victordarido

Com aumento da procura e menor disponibilidade o garrote de 18 meses valorizou 9,91% e o bezerro de desmama com 8 meses teve alta de 9,48% em relação a abril.

O preço dos animais de reposição está em alta no Mato Grosso. Segundo levantamento do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) em maio todas as cotações, principalmente as de animais mais jovens, fecharam em alta. Com aumento da procura e menor disponibilidade o garrote de 18 meses valorizou 9,91% e o bezerro de desmama com 8 meses teve alta de 9,48% em relação a abril.

Quando feito o comparativo anual os números são ainda mais significativos. O garrote subiu 85,8% e o bezerro de desmama 101,2%. Já nas fêmeas a novilha de 18 meses e a bezerra de desmama de 8 meses foram os destaques. A primeira valorizou 10,24% e a segunda 5,85%. No comparativo anual a alta foi de 95,7% e 113,6%, respectivamente.

O Imea projeta que num curto prazo as cotações devem recuar, uma vez que, o produtor precisa dar destino a seus animais com a chegada da seca nas pastagens. “Esta pode ser uma boa oportunidade para os invernistas que ainda não realizaram a compra desses animais”, aponta.

Por outro lado o boi gordo e a vaca gorda registraram queda em maio. Eles ficaram cotados na média de R$ 295,29/@ e R$ 284,51/@, respectivamente, um recuo de 1,31% e 1,46%. “No curto prazo estima-se que a oferta se restrinja novamente devido ao período de seca. Com isso, até a chegada dos lotes de animais confinados, é possível que a arroba possa vir a ser impulsionada novamente”, diz o Imea.

Preços pelo país

O indicado Esalq/Cepea do bezerro no Mato Grosso do Sul, por exemplo, fechou o mês de maio nesta segunda-feira (31/5) valendo R$ 3.206,60/cab, com valorização mensal de 1,11%. Conforme a imagem abaixo, podemos observar que a valorização foi de cerca de R$ 200,00/cab nos últimos cinco dias!

É preciso lembrar aos pecuaristas que, a maior parte das negociações, estão sendo feitas com base no preço por quilo e não mais por cabeça. Isso é de grande importância para se igualar as contas na composição do custo de produção das propriedades.

Já o pecuarista paulista, este tem encontrado valores abaixo de R$ 3000,00/cab, segundo as informações do Cepea. Porém, a valorização dos animais para abate tem aquecido o mercado e este vem em tendência de alta, que deve se estender nos próximos dias.

Conforme os dados informados no aplicativo da Agrobrazil, os preços dos bezerros seguem em alta, desde janeiro deste ano que o preço médio por quilo do animal tem fechado em alta, foram mais de R$ 4,00/kg de janeiro a maio, falando das praças paulistas.

O destaque ficou para a negociação abaixo, no estado de São Paulo, onde pecuarista de Itaí, arrematou os animais pelo valor de R$ 2.850,00/cab e um peso aproximado de 120 quilos. Sendo assim, esse pecuarista comprou o quilo desse animal por um valor de R$ 23,75, veja as informações abaixo!

Compre Rural com informações do IMEA e da Agrolink.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com