Recorde: Preço do bezerro vai a R$ 2.450 e pecuarista quer mais!

Recorde: Preço do bezerro vai a R$ 2.450 e pecuarista quer mais!

PARTILHAR
Fotos: Fazenda ELGE

Os valores pagos estão cada vez mais valorizados por causa da oferta restrita; Afinal de contas, quais os cenários e o que esperar do mercado? Confira agora!

Falar que o preço do bezerro está subindo parece uma fala meio repetitiva, já que nos últimos meses o que observamos é um aumento significativo nos patamares de preços praticados. A cada negociação anunciada, o valor está acima do praticado anteriormente e voltamos a dizer que o “bezerro bateu recorde de preço”. Mas afinal, qual a grandeza desse aumento nos preços e quais os cenários atuais e futuros para os preços praticados?

O principal ponto de sustentação nos atuais preços estão na menor oferta de animais no mercado, já que o Brasil nos últimos anos teve um aumento no volume de abate de fêmeas. Diante de tal cenário, atualmente temos uma menor oferta e uma maior demanda por parte da cria e da recria/engorda, respectivamente.

Quando analisamos os dados do Cepea, dos últimos doze meses, observamos que o preço do bezerro, desde janeiro de 2020, vem apresentando uma curva de alta, sendo o atual preço praticado em São Paulo, no valor de R$ 2.302,97 por cabeça.

Como já dito anteriormente aqui no Compre Rural, o preço do bezerro tomou rumo e, hoje, ele é praticamente o mesmo em todo o país. Qualquer bezerro nelore/anelorado, couro solto e cupim, não é negociado abaixo dos R$ 2.250/cab.

Já para as bezerras, o que observamos é o preço ainda mais alto que os praticados para os machos, chegando a uma diferença de até R$ 150,00 no valor. Fato esse que é explicado pelo maior interesse na reposição das matrizes, já que o setor da cria segue bastante atrativo aos pecuaristas.

Veja no gráfico abaixo, com os dados do Cepea, mostrando que os valores seguem em alta, e que o atual cenário, no curto e médio prazo é de que essa curva continua em ascensão, não com a mesma intensidade, mas com grande firmeza nos preços.

Conforme dados informados no aplicativo da Agrobrazil, pelos próprios pecuaristas, mostram um movimento de alta nas cotações da reposição desde janeiro de 2020. Segundo os dados copilados das médias mensais, os preços do bezerro tiveram um salto de R$ 709,50/cab.

Quando paramos para avaliar de forma mais detalhada, o preço do bezerro, o valor em arroba chegou a R$ 369 por cabeça, tendo em vista que animais de 6,5@ estão sendo negociados a R$ 2.400,00.

A negociação atual, informada no aplicativo na abertura desta semana, já trouxe o bezerro comercializado a R$ 2.450,00, com pagamento à vista, na região de Jardim, no Mato Grosso do Sul, com animais com peso médio de 220 kg.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na média de todos os estados monitorados, entre machos e fêmeas anelorados, os preços subiram 84,6% no acumulado dos últimos doze meses. Nesse período as fêmeas puxaram as cotações, com alta de 89,2% considerando a média de todas as categorias de fêmeas, frente a 72,1% da média das categorias dos machos anelorados.

Quer saber como lucrar com o bezerro nesse preço? Acesse o link abaixo:

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com