Preços da carne bovina brasileira caem no Egito

PARTILHAR
Foto: Cidasc-SC
Foto: Cidasc-SC

Valor do produto importado do Brasil recuou 12% nos pontos de venda oficiais no país árabe, segundo informações do Ministério do Abastecimento e Comércio Interno

O Ministério de Abastecimento e Comércio Interno do Egito decidiu reduzir os preços da carne bovina brasileira nos seus pontos de venda em 12%, para 79 libras egípcias o quilo em vez das cerca de 90 libras egípcias praticadas antes da medida. O governo do Egito mantém pontos de venda para a disponibilizar produtos como a carne à população.

O porta-voz oficial e ministro assistente do Ministro de Abastecimento e Comércio Interno, Ahmed Kamal, disse que a pasta oferece mais de 1.100 produtos nestes complexos de consumo, afiliados ao ministério, a preços inferiores entre 25% e 30% em relação aos que estão no mercado.

O ministro egípcio de Abastecimento e Comércio Interno, Ali Al-Maslihi, recebeu um relatório da Empresa Fundo de Indústrias Alimentícias, ligada ao Ministério, sobre o volume do estoque das mercadorias dentro dos pontos de venda do ministério, para avaliar a disponibilidade.

O porta-voz do ministério afirmou que os preços das commodities nos complexos de consumo estão estáveis e que há queda nos preços de alguns produtos, especialmente a carne brasileira, reduzida em 11 libras por quilo.

Ele explicou que o estoque estratégico de carne congelada é seguro e suficiente para todas as necessidades dos cidadãos egípcios.

Citou também que a modernização e mecanização dos complexos de consumo facilitaram o acompanhamento da circulação das mercadorias nos mesmos e a intervenção a qualquer momento para aumentar o armazenamento caso a demanda aumente.

A Empresa Fundo de Indústrias Alimentícias possui 1.300 pontos de venda sob o nome de complexos de consumo e atua no controle dos preços do mercado, pois oferece produtos com desconto maior do que o mercado em geral.

Seu principal objetivo é equilibrar os mercados com descontos nas mercadorias, além de diminuir o ônus do cidadão com essas reduções.

Fonte: Agência de Notícias Brasil-Árabe

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com