Preços do boi seguem firmes com oferta baixa de animais

Preços do boi seguem firmes com oferta baixa de animais

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro e quase 23% acima do de fevereiro de 2019,

De acordo com levantamento do Cepea, os preços do boi gordo se mantiveram firmes ao longo de fevereiro, sustentados pela baixa oferta de animais para abate.

No final do mês, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 esteve por volta dos R$ 200,00. Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro e quase 23% acima do de fevereiro de 2019, em termos reais (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI).

Para a carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo, a carcaça casada registra média de R$ 13,77/kg (à vista) na parcial deste mês, com altas de 2,76% em relação à de janeiro e de 24% frente à de fevereiro do ano passado.

Diante disso, pesquisas do Cepea apontam que a diferença entre os preços da arroba bovina e da carne se ampliou, para 9,77 Reais/@, com vantagem para a carcaça casada negociada no atacado – os dados foram deflacionados.

Frigoríficos de SP precisam comprar boi, segundo Radar Investimento

Os frigoríficos paulistas entraram nesta semana bem apertados de matéria-prima. Isto porque o carnaval reduziu praticamente 3 dias de abate e compra de bovinos, enquanto o clima chuvoso favoreceu a qualidade dos pastos. Isto pode deixar as cotações mais firmes nos próximos dias. 

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com