Preocupação com escalas, pressiona frigoríficos

Preocupação com escalas, pressiona frigoríficos

PARTILHAR
gado brahman
Foto: Prata Agropecuária

Eminência do feriado prolongado fez indústrias frigoríficas avançarem nas compras e preços do boi gordo registram evolução. Confira o que diz a Agrifatto!

Quinta-feira relativamente mais movimentada no mercado de boi gordo, com a proximidade do final de semana e do feriado prolongado, as indústrias foram mais ativas nas negociações. Neste ambiente, os preços avançaram pontualmente em algumas regiões, porém, as programações de abate ainda são ajustadas em boa parte das praças pecuárias.

Na B3, o mercado volta a buscar um equilíbrio e emplacou em avanços nos contratos futuros. O outubro/20, continua a caminhar junto com o balcão, encerrou o dia em R$ 261,50/@, ganho diário de 0,38%. O novembro/20, segundo contrato mais negociado do dia, avançou 0,96%, encerrando a quinta-feira em R$ 268,70/@.

Milho

Em mais um dia que as exportações permaneceram fortalecidas, o preço do milho brasileiro continuou firme nos R$ 68,00/sc no mercado paulista. Na B3, o vencimento para novembro/20 rompeu a barreira dos R$ 70,00/sc, fechando o dia cotado a R$ 71,02/sc, alta de 2,41% no comparativo diário.

No mercado externo pouca movimentação foi botada na quinta-feira. O contrato para dezembro/20 na CBOT caiu 0,26%, fechando o dia a US$ 3,87/bu. A expectativa do mercado cresce sobre o relatório do USDA que será divulgado hoje.

Soja

Com a leve desvalorização do dólar, fechando o dia a R$ 5,59, a soja brasileira diminui o ritmo de avanço em solos tupiniquins. A referência para a oleaginosa no mercado físico continua próxima dos R$ 160,00/sc.

Nos EUA, pouca movimentação sobre os futuros da soja. O vencimento para novembro/20 fechou o dia com leve queda de 0,10% ficando cotado a US$ 10,50/bu. O olhar do mercado está de olho no relatório do USDA.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com