PARTILHAR

Engenheiro Agrônomo fala em vídeo sobre as dores do produtor e como podemos melhorar nossos sistemas e produzir mais leite e com custo menor.

Produzir leite no Brasil é caro? É com esses questionamentos que o Engenheiro Agrônomo Fabrício Andrade norteia seus vídeos na plataforma do Youtube, ele fala sobre a importância de se produzir leite em sistemas baratos, nada contra free stall e compost barn, mas exemplos como a Nova Zelândia que é 30 vezes menor que nosso país, produz leite a pasto e o leite deles é muito mais competitivo que o nosso mostram que podemos mais.

Os produtores neozelandeses já nos chamaram de gigante adormecido, pelo potencial que temos em produzir leite barato a pasto, programas como o Balde Cheio mostram que usando tecnologias podemos ser muito mais produtivos. A Embrapa também já fez pesquisas que mostraram resultados de 50% maior lucratividade a pasto.

Importância da cerca elétrica em sistemas de leite a pasto

Em parte do vídeo ele fala sobre a importância da cerca elétrica funcionar, ainda nos deparamos com questionamento sobre a tecnologia tão usada na Nova Zelândia (eles novamente) que tem sua produção de leite quase 100% a pasto. Confira abaixo algumas dicas preciosas sobre cerca elétrica com a Isolar, para conferir mais vídeos clique aqui.

Leite a pasto, dá lucro?

Neste outro vídeo ele dá exemplo de um produtor que aumentou de 30 litros de leite/dia para 250 em 5 hectares, melhorando as pastagens, irrigando e com pastejo rotacionado.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.