Proposta proíbe o plantio de trigo transgênico resistente a herbicida

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O texto, em análise na Câmara dos Deputados, proíbe no país o plantio e a comercialização de trigo transgênico resistente ao glufosinato de amônio.

O Projeto de Lei 2755/21 proíbe no país o plantio e a comercialização de trigo transgênico resistente ao glufosinato de amônio, herbicida de amplo espectro empregado no controle de plantas daninhas. O texto, em análise na Câmara dos Deputados, insere o dispositivo na Lei de Biossegurança.

“A técnica da transgenia, em si, não traz malefícios, mas nesse caso conferiu-se ao trigo a resistência ao uso de produto reconhecidamente mais tóxico do que os atualmente mais utilizados”, afirma o autor da proposta, deputado Nilto Tatto (PT-SP). “O trigo com essa característica foi proibido na Europa”, acrescenta.

Para o parlamentar, o uso do glufosinato de amônio aumentará o consumo de defensivos agrícolas pela população, já que o trigo é um grão consumido em larga escala, em especial na preparação de pães, massas e biscoitos. “Além disso, devemos considerar a possibilidade de contaminação de toda a cadeia alimentar, pois não há hoje informação científica que permita análise de risco adequada”, alerta.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com