Quanto vale o boi brasileiro? Confira o ranking da arroba!

PARTILHAR
@vflbrasil

Bovino de corte nacional só ganha do boi paraguaio e do uruguaio, a alta do dólar deixou o boi brasileiro mais competitivo no mercado externo, excelente!

O preço do boi gordo, diante da alta do dólar nos últimos dias, trouxe uma desvalorização no boi brasileiro em relação aos outros países que compõe o grupo dos TOP 7 maiores produtores e exportadores de carne bovina do mundo. O que parece ruim, na verdade se torna um ponto positivo para a competitividade da nossa carne frente aos demais países. Mas afinal, quanto vale o boi brasileiro?

Atualmente, o dólar está valendo cerca de R$ 5,70 e, esse cenário acabou aumentando a demanda pelo nosso produto. Entretanto, o cenário de valorização da arroba do boi brasileiro foi mais intensa de janeiro de 2019 a fevereiro deste ano, com estabilidade nos preços nesse mês de março.

Atualmente, o valor da arroba no país é de R$ 306,15/@ segundo os dados do Indicador do Boi Gordo Cepea/Esalq, média para praça de São Paulo. Sendo assim, o valor em dólar seria de US$ 52,43/@ para a média Brasil.

A estabilidade no preço da arroba é reflexo da menor demanda interna do país e menor oferta de animais, com indústrias reduzindo suas atividades e as de mercado externo brigado pelo boi gordo, mas de olho nas margens.

Dessa maneira, no atual cenário, o boi brasileiro é o quinto mais valorizado do mundo, ou seja, ficando a frente apenas do Paraguai e do Uruguai. Mas, se olharmos de forma geral, a valorização do boi gordo de janeiro de 2019 até fevereiro desse ano, coloca o boi brasileiro como o terceiro mais caro do mundo, segundo apontou o Imea. Veja o gráfico!

Na Austrália, no período de janeiro de 2019 a fevereiro deste ano, o preço em dólar do boi gordo subiu 92,23%, para US$ 109,38@, em média. Esse cenário foi pautado por questões climáticas que reduziram o rebanho australiano e, consequentemente, limitaram a oferta de animais, justifica o instituto.

Por sua vez, no mesmo período analisado, os preços da arroba do gado norte-americano sofreram queda de 7,86%. No entanto, mesmo assim, os EUA possuem o segundo maior preço mundial para gado terminado, de US$ 67,06/@, média, em fevereiro/21.

Em SP, atingiu US$ 55,79@ (linha vermelha do gráfico), na média de fevereiro passado, enquanto que no MT ficou em US$ 52,55/@ (linha azul escuro), informa o Imea. Na Argentina, o valor médio do boi no mês passado foi de US$ 47,74; no Uruguai, ficou em US$ 52,22; e no Paraguai, US$ 49,40.

Cenário Futuro

Na B3, os contratos futuros do boi gordo subiram seguindo o movimento do mercado físico. O vencimento para março passou de R$ 307,55 para R$ 308,75, do abril foi de R$ 304,75 para R$ 305,25 e do maio, de R$ 299 para R$ 299,85 por arroba.

Embarques de carne bovina ganham força na 1ª semana de março

As exportações brasileiras de carne bovina in natura iniciaram este mês de março em ritmo acelerado. Nos primeiros cinco dias úteis, o Brasil embarcou 30,5 mil toneladas, com média diária de 6,1 mil toneladas, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Isso significou elevação de 7,7% em relação ao mesmo período de fevereiro e aumento de 6,8% frente às vendas registradas na primeira semana de março do ano passado.

Em relação ao preço da tonelada comercializada, houve aumento de 4,3% na primeira semana do mês, na comparação com o valor de março do ano passado, saltando de US$ 4.393/tonelada para US$ 4.583,00/tonelada.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com