Queda do dólar impacta no milho e soja brasileiro

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Mercado brasileiro de soja e milho tem forte desvalorização com recuo da moeda norte-americana para R$ 5,40, apontou a Agrifatto em seu boletim!

Com baixo apetite da demanda, o mercado doméstico do milho continua sentindo o peso da oferta e a saca já encosta nos R$ 84,00 em Campinas/SP. Na B3, o pregão da quinta-feira se encerrou com os futuros com sofrendo forte pressão baixista, o vencimento novembro/21 ficou valendo R$ 84,06/sc, queda de 1,16%.

Em Chicago, os futuros operaram em direções mistas. Influenciado pela ligeira alta do petróleo, o vencimento dezembro/21 avançou 0,04% e ficou cotado a US$ 5,69/bu.

Boi Gordo

O preço do boi gordo no mercado físico paulista seguiu sustentado nesta quarta-feira, mesmo diante das especulações que rondaram o noticiário. Com isso, a referência para negócios em solo paulista encostou nos R$ 298,00/@. Sustentado pelo mercado físico, o contrato futuro de boi gordo com vencimento para nov/21 ainda segue em valorização e encerrou o dia cotado em R$ 303,55/@, valorizando 1,34% no comparativo diário.

No mercado atacadista de carne bovina, os preços dos principais cortes bovinos voltaram a reagir e os reajustes positivos se concretizaram. A referência para a carcaça casada bovina se estabeleceu na casa dos R$ 19,00/kg no atacado paulista. As vendas continuam vigorosas e regulares, o que possibilitou os novos ajustes altistas desta quinta-feira.

Soja

Acompanhando a desvalorização do dólar, que voltou a ser cotado próximo dos R$ 5,40, a soja recua no mercado físico brasileiro, a valorização dos contratos em Chicago ajudou a conter a desvalorização. Em Paranaguá/PR, a saca foi vendida na média dos R$ 159,00.

Já na CBOT, os dados divulgados pelo USDA na terça-feira apontando menor produção e produtividade das lavouras dos EUA continuam a fazer os futuros avançarem. O vencimento novembro/21 se valorizou em 0,73% e ficou avaliado em US$ 12,12/bu.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.