Quem não tem CBOT, caça com B3

PARTILHAR
fim da colheita de milho
Foto: Raquel Wedmann

Feriado Memorial Day esfria negócios para a oleaginosa e aquece futuros de milho na B3; Com semana mais curta, os negócios devem apresentar menores volumes negociados!

Devido ao feriado desta quinta-feira a semana deve ser de poucos negócios no físico com a saca negociada em Campinas/SP ao redor de R$97,00/sc.

A ausência da Bolsa de Chicago não inibiu o mercado brasileiro do cereal e as cotações futuras encerraram o primeiro da semana no campo das valorizações diante do cenário para o milho 2ª safra. O contrato julho/21 registrou valorização diária de 2% e encerrou o dia valendo R$95,84/sc.

Boi Gordo

O boi gordo produzido a pasto, começa a ficar mais escasso nas praças, o valor da arroba está na casa dos R$315,00, podendo variar a depender da premiação. Alguns frigoríficos do país, começam a encontrar dificuldades em conseguir programar as escalas de abates.

Com isso, a média nacional está próxima dos 6 dias úteis. Na B3, pouca variação no preço dos contratos futuros, o com vencimento para outubro/21 fechou o dia cotado a R$339,50, valorização de 0,13%.

As vendas do atacado para o varejo, entre sábado e segunda, mostraram ritmo leve, a média de preços continua estáveis e sem grandes alterações. As expectativas de aumento nas vendas chegam junto com o início de junho/21, quando grande parcela da população receberá salário, auxílio emergencial e o 13º salário de aposentados.

Soja

Devido ao feriado ‘Memorial Day’ as bolsas norte-americanas não operaram na segunda-feira, paralisando assim o mercado brasileiro da oleaginosa. A referência de negócios em Paranaguá/PR de R$173,00/sc é de sexta-feira.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com