PARTILHAR

Expointer: visibilidade da mostra, somada à expansão das raças e resultados comprovados motivam participação da raça Hereford e Braford.

Ao todo, 30 expositores colocarão a genética de seus criatórios à prova em Esteio (RS) nos próximos dias e um aspecto que surpreendeu em 2018 foi a adesão de criadores de fora do Rio Grande do Sul. A presença das raças Hereford e Braford além das fronteiras gaúchas na maior mostra a céu aberto da América Latina deve-se ao incremento das ações de fomento realizadas pela ABHB em todo o Brasil, em especial a promoção de mostras e julgamentos durante a ExpoPec, TecnoShow Comigo e ExpoLondrina, além do Rally HB realizado recentemente em Minas Gerais e Goiás e ações de promoção do Programa Carne Pampa, com a carne certificada hereford sendo cada vez mais protagonista em diferentes eventos no Brasil.

Prova disso é a participação da Fazenda Sentinela, localizada em Extrema, Minas Gerais. De propriedade da sócia e criadora Claudia Fernanda Montagner, o criatório, que conquistou dois grandes campeonatos no Paraná, levará cinco exemplares da raça Braford até o Parque Estadual de Exposições Assis Brasil (PEEAB). Mesmo com a distância de mais de mil quilômetros e dois dias de deslocamento até o Parque, Claudia revela que há vantagens em participar e que tem expectativas de mostrar um bom desempenho além das pistas. ‘’Na verdade estamos buscando a genética do Braford, então acredito que com a exposição e com resultados positivos eu consiga estar avançando nesse meio da genética’’ pontua.

Sócio Edson Colombo abraçando o seu cabanheiro no momento da vitória / Foto: Zzn Peres

Outro exemplo da expansão das raças pelo Brasil é a participação da Fazenda Cupuaçu, situada em Paragominas (PA), do sócio Genésio Giocondo Júnior. O pecuarista, que utiliza as raças Hereford e Braford em seu plantel desde 2017, disse que ficou surpreso com os resultados apresentados pelos exemplares adquiridos. ‘’Performance, ganho de peso e até mesmo a reprodução e saúde do gado, muito superior às expectativas que eu tinha lá atrás antes de comprar’’, afirma. Esta é a sua primeira participação como expositor e para a estreia concorrerá com um touro Polled Hereford, que levou o prêmio de Reservado Grande Campeão na Nacional 2018, quando ainda era de propriedade da Cabanha Vacacaí, de São Gabriel (RS).

Para prestigiar a Mostra, que inicia no dia 25 de agosto e se estende até 2 de setembro, o criador deve superar cerca de 4 mil quilômetros de distância entre o Pará e o Rio Grande do Sul. Quando perguntado se o esforço valia a pena, Giocondo Júnior diz que a Expointer é como o estádio do Maracanã das raças taurinas. ‘’Eu acho que vale a pena sim porque é uma exposição de relevância nacional e internacional, e não só pra quem está começando como eu, mas um resultado positivo na Expointer dá uma visibilidade maior para qualquer criatório’’ destaca. O exemplar, adquirido há pouco continua em preparação na Vacacaí até a Expointer e só após os julgamentos será levado para o norte do país.

Mesmo enfrentando algumas adversidades, a Fazenda Mãe Rainha, de Lages (SC), também estará presente no evento. A propriedade catarinense pertence ao sócio e criador Edson Colombo, e já conta com animais das raças Hereford e Braford em seu plantel desde 2002. Somando três passagens pela Expointer, a Mãe Rainha já conquistou dois prêmios. Em 2013 levou o touro Grande Campeão da raça Braford e em 2017 teve a Suprema Grande Campeã da raça Hereford.

Colombo evidencia, entretanto, outro desafio além da distância entre um estado e outro: o transporte dos animais. Este ano a propriedade estará representada por três exemplares e o maior desafio é o deslocamento, tendo em vista a restrição sanitária imposta pelo estado de Santa Catarina, a qual impossibilita o retorno dos animais após deixarem o seu território. Para que a sua participação em exposições fora do seu estado fosse viável, foi firmada uma parceria com o criador Raul Southall (Cabanha Vacacaí), onde os animais realizam a sua preparação em Santa Catarina e após as competições permanecem no Rio Grande do Sul. Mesmo assim, Colombo garante que o esforço para participar é válido.

‘’Todos nós vivemos de resultados, então quando você tem um animal que se consagra campeão, a vitrine em que é posto o teu criatório e o reconhecimento que vem, não tem preço. Por ele vale ultrapassar qualquer barreira’’ revela. O criador disse ainda que o evento é uma oportunidade importante para avaliar a qualidade do seu produto. ‘’Como somos muito isolados, a gente vê que ponto está o nosso rebanho, será que o nosso gado é bom ou é ruim? Então a exposição serve como balizador para saber se o teu gado é bom ou ruim, porque se tem um comparativo’’ aponta.

Touro Braford brasileiro é campeão do mundo

Destaque Mundial

Quem também estará presente durante o evento será o Melhor Touro Braford do Mundo, o exemplar TE 1044 Punto Final da Cabanha Santa Helena, de Bagé (RS). O animal conquistou o título em março deste ano durante o Congresso Mundial da raça Braford nos Estados Unidos. Vale destacar também que o Punto Final foi o Grande Campeão da raça Braford na edição 2017 da Expointer.

Neste ano, serão julgados 257 animais, um aumento de 39% em relação a 2017. E, faltando duas semanas para a 41ª Expointer, a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) tona pública a programação completa para os julgamentos, que iniciam na segunda-feira (27/08), às 15h, com as fêmeas das raças Hereford e Polled Hereford.

Na terça-feira, a partir das 8h30, será a vez dos machos Hereford e Polled Hereford entrarem em pista para serem julgados pelo uruguaio Pablo Zerbino. O grande campeonato para fêmeas e machos destas raças está previsto para acontecer às 10h, logo após, às 10h30 entram em pista as fêmeas Braford, raça que será julgada pelo argentino Maurício Groppo. Na sequência, será a vez dos machos da raça Braford serem avaliados. O grande campeonato da Braford para fêmeas e machos deve acontecer às 16h30. O julgamento dos exemplares rústicos ficará concentrado na quarta-feira, dia 29 de agosto.

Braford campeão mundial começa exportar genética

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com