Rebanho de vacas ajuda em perseguição policial, veja o vídeo

Rebanho de vacas ajuda em perseguição policial, veja o vídeo

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Fugitiva da polícia se deu mal ao tentar fugir a pé num pasto de vacas: invasora foi encurralada contra a cerca e se entregou aos agentes

O que é pior para um fugitivo da Justiça? Se entregar à Polícia ou enfrentar no escuro a fúria de um rebanho de 16 vacas, defendendo seu território de um invasor?

A americana Jennifer Anne Kaufman não teve dúvidas. Perseguida pelas vacas, ela correu para a cerca onde estavam os policiais e se entregou. O caso inusitado aconteceu nesta semana no condado de Seminole, no estado da Flórida.

A mulher de 46 anos fugia de carro com um segundo suspeito quando o veículo saiu da estrada em uma área rural. Ela tentou fugir a pé, mas caiu no meio de um rebanho de vacas. Começou então o cerco bovino. Toda a ação foi filmada com câmera de visão noturna a partir de um helicóptero da polícia local que acompanhava a perseguição.

Nas imagens, postadas no perfil da polícia de Seminole, é possível ouvir um dos agentes falando: “um grande rebanho de vacas está seguindo a fugitiva, parece que podem atacá-la”. Uma vaca, de fato, fica muito próximo de chifrar a fugitiva. (Assista ao vídeo abaixo)

Determinado, o rebanho acabou levando a suspeita para uma cerca, onde Kaufman se rendeu e foi presa pelos policiais. Ela foi acusada de furto, posse de drogas e resistência à ordem de prisão. Não se sabe, até agora, se as vacas vão receber alguma condecoração pelo ato de bravura.

O vídeo postado na página do condado de Seminole no Facebook teve mais de 300 mil visualizações e 4700 compartilhamentos. “Condecorem essas vacas imediatamente! “, disse um internauta. Outro comentou:

“quem disse que o cachorro é o melhor amigo do homem?”

Porte de arma para produtor rural: Você tem esse direito?

Fonte: Gazeta do Povo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com